Governo paulista pretende remover 9,7 mil veículos de delegacias da capital

Governo paulista pretende remover 9,7 mil veículos de delegacias da capital

Por mês, são apreendidos 2,5 mil veículos na capital paulista

governo de São Paulo pretender remover, em até 90 dias, todos os veículos apreendidos que estão guardados em delegacias na capital do estado. Existem 9,7 mil automóveis sob responsabilidade de distritos policiais na cidade. Os veículos serão enviados para pátios, licitados especificamente para esse fim, no interior do estado.

“Polícia para fazer investigação é a polícia judiciária. Não [é] para ficar tomando conta de material apreendido. Então, também vamos zerar veículos em distritos policiais da capital”, disse hoje (11) o governador Geraldo Alckmin, ao anunciar o começo da operação para remover os automóveis apreendidos.

A ação foi lançada no 72º Distrito Policial, na Vila Penteado, zona norte paulistana. No local, estão guardados 310 veículos – 147 carros e 163 motos. O depósito já havia sido alvo de reclamações da comunidade.

Os automóveis abandonados nas delegacias das zonas norte e leste serão enviados para Araçariguama, município do interior paulista. “Há vários anos isso vem incomodando não só a própria polícia, que tem que ficar guardando os veículos, mas também atrapalhando toda a comunidade do entorno”, disse o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes.

Com os quatro novos pátios, será possível armazenar 28,5 mil veículos. O contrato prevê a remoção dos automóveis das delegacias em até duas horas após a notificação da empresa responsável, o que será feito logo em seguida ao registro policial. “Nos pátios, os veículos serão dedetizados e, assim que houver autorização judicial para isso, serão leiloados. Aqueles que não foram vendidos em leilão, serão automaticamente compactados e nós venderemos a sucata”, informou Moraes.

Por mês, são apreendidos 2,5 mil veículos na capital paulista, dos quais cerca de 250 não são retirados pelos donos e ficam armazenados nas delegacias.

No dia 25 de agosto, a presidenta Dilma Rousseff sancionou lei que permite que veículos não reclamados pelos donos sejam leiloados após 60 dias do recolhimento. O prazo anterior era de 90 dias. A nova norma entrará em vigora em 2016.


Fonte: Notícias Administradores / Governo paulista pretende remover 9,7 mil veículos de delegacias da capital

Os comentários estão fechados.