Groupon vai cortar 1.100 empregos no mundo em reestruturação

Groupon vai cortar 1.100 empregos no mundo em reestruturação

Companhia espera ter custos de até 35 milhões de dólares por conta dos cortes

(Reuters) – A empresa de compras coletivas Groupon vai cortar 1.100 funcionários no mundo todo, em uma reestruturação de suas operações fora da América do Norte.

A empresa está fechando operações em Marrocos, Panamá, Filipinas, Porto Rico, Taiwan, Tailândia e Uruguai, após já ter saído da Grécia e da Turquia, afirmou nesta terça-feira.

A empresa, que tinha cerca de 11.800 funcionários no mundo no fim de dezembro, afirmou que espera completar os cortes de empregos, principalmente nas áreas de vendas e atendimento ao cliente, até setembro de 2016.

Os mercados fora dos Estados Unidos foram responsáveis por 43 por cento do faturamento da Groupon em 2014. A empresa anunciou em abril que vai vender a fatia de 46 por cento na operação da Coreia do Sul como parte de esforços de recuperação.

A companhia, que já foi líder do mercado de compras coletivas, também tem enfrentado dificuldade para ampliar o faturamento, uma vez que mercados online operados por gigantes como Amazon.com e eBay tornaram as ofertas da empresa menos atraentes aos consumidores.

O Groupon espera ter custos de até 35 milhões de dólares por conta dos cortes de empregos anunciados.


Fonte: Notícias Administradores / Groupon vai cortar 1.100 empregos no mundo em reestruturação

Os comentários estão fechados.