Implicações da convivência entre diferentes gerações no mercado de trabalho

Implicações da convivência entre diferentes gerações no mercado de trabalho

Como lidar com os conflitos de gerações no ambiente empresarial

Geração pode ser entendida como um conjunto de indivíduos nascidos em uma mesma época, cujo comportamento, formação, entre outros, está relacionado e / ou influenciado pelo contexto histórico social do período em que nasceram.

Há um tempo, uma nova geração “surgia” a cada período de 25 anos, mas atualmente os  especialistas informam que as gerações, isto é, a formação de uma nova classe genealógica, não estão superando o período de 10 anos. 

A implicação disso, no mercado de trabalho, é a maior frequência do encontro de diferentes gerações em uma mesma organização e, consequentemente, do convívio de pessoas com diferentes níveis intelectuais, pensamentos, postura, cultura, ideologias, entre outros. De modo geral, as diferentes gerações no mercado de trabalho podem ser relacionadas às faixas etárias.

O encontro de gerações como os babyboomers, x e y em um mesmo ambiente de trabalho certamente será marcado por alguns conflitos, pois essas têm visões e valores diferentes, o que pode gerar divergência entre a equipe.

Um jovem muitas vezes é visto com rebelde, que age de modo inconsciente, desafiando os limites da entidade, por outro lado uma geração mais antiga é caraterizada por gostarem de um emprego fixo e estável, e de serem reconhecidos pela experiência, e usam isso como embasamento, o tempo de serviço, muitas vezes sendo inflexíveis, não aceitando facilmente os avanços tecnológicos.

Ouvimos muito sobre os conflitos de gerações, porém como as dificuldades e a crise econômica, as diferentes gerações estão se reinventando para se manter no mercado de trabalho e minimizar estes conflitos.

Em tempos de crises “A busca por um lugar ao sol” é algo almejado por todo profissional que está desempregado, visto que o desemprego assombra a população Brasileira, sendo assim, quem esta no mercado de trabalho, está quebrando paradigmas ou até mesmo barreiras, buscando uma melhor relação como os companheiros de trabalho, mesmo sendo de outras gerações, com valores e ideologias diferentes, isso ocorre na tentativa de  diminuir os conflitos no ambiente de trabalho e a manutenção do emprego.

Enfim as entidades visam o lucro como objetivo principal, independente da geração que pertence o profissional, porém para atender esta, o individuo deve apresentar nas suas características básicas a capacidade de se trabalhar em equipe. E esta evolução profissional se deve a troca de experiência, e essa troca só e possível com pessoas de diferentes faixas etárias.

Portando para o mercado de trabalho, ou pelo menos para o momento que estamos passando, é necessário que o profissional seja capaz de conciliar estas diferenças no ambiente de trabalho, aprendo com cada profissional o que de melhor ele pode oferecer, para equilibrar o ambiente de trabalho em função do bem estar comum.

 


Fonte: Artigos Administradores / Implicações da convivência entre diferentes gerações no mercado de trabalho

Os comentários estão fechados.