Jovens líderes: sou líder, e agora?

Jovens líderes: sou líder, e agora?

Quem são estes jovens que tomam conta de posições que sempre foram de profissionais experientes?

Jovens Líderes, quem são eles? O que “curtem”, do que gostam? Como se posicionam?Um mar de jovens inteligentes, informados, autoconfiantes, com um estranho brilho nos olhos, extremamente imediatistas e questionadores estão tomando conta do mercado. É uma geração ansiosa, impaciente que por vezes nem conseguem administrar todas as informações que recebem de maneira produtiva. 

– 30% deles são antenados com as questões que acontecem ao seu redor.

– 12% sabem trabalhar em equipe

– 16% sabem usar e abusar da tecnologia

– 36% têm sede de conhecimento

– 2% são sociáveis

No mundo corporativo desejam velocidade de resposta, pois possuem um raciocínio rápido e desenfreado, querem ver as coisas acontecendo. Apostam nas empresas que oferecem possibilidade de crescimento de carreira e são muito motivados pelo reconhecimento de seu trabalho e sua performance. 

Vivemos a era do conhecimento, da sabedoria e da globalização. Para as empresas o desafio está em compreender essa nova geração e ajudá-los a utilizarem suas qualidades, sua energia, sua disposição para tornar a liderança mais moderna, mais eficaz e assim garantir resultados extraordinários  superando  as barreiras da globalização e aprendendo a usar a tecnologia a seu favor.

Acolher os jovens líderes ainda oferece às organizações algumas vantagens que as tornam mais competitivas:

– Decisões rápidas : a juventude e a vontade de fazer acontecer mobiliza e acelera a tomada de decisões.

– Soluções inovadoras à velhos problemas:  a inexperiência de mercado favorece a quebra de paradigmas e a busca por soluções surpreendentes para velhos problemas.

– Posicionamento : não aprenderam ainda a ter medo de se posicionarem pois acreditam que podem mudar o mundo, ainda acreditam que o mundo é um morango e as nuvens são de algodão.

E a solução para isso? Estar aberto às diferenças, estar disposto a quebrar velhos paradigmas e acompanhar as mudanças constantes deste novo mundo podem contribuir para alinhar expectativas dos jovens ao contexto das organizações como um todo.

Afinal de contas, jovens Líderes buscam um plano de carreira, com metas claras, transparência nas decisões, usar o potencial criativo. Jovens Líderes querem apenas mudar o mundo e para isso precisarão de mentores criativos, abertos e dispostos a acreditar que o mundo pode e deve ser mudado.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos e mude o mundo você também. 


Fonte: Artigos Administradores / Jovens líderes: sou líder, e agora?

Os comentários estão fechados.