Lições de Amir Klink sobre eficiência pessoal

Lições de Amir Klink sobre eficiência pessoal

Na vida moderna, destaca-se quem consegue fazer mais com o que tem. Profissionais de alta performance são mais valorizados e levam uma vida melhor, com mais saúde e melhor autoestima. Mas isso não é gratuito, ninguém nasce assim. A boa notícia é que você conseguir isso e mais, pode começar quando quiser. Neste artigo abordaremos dicas para aumentar a eficiência pessoal.

Sabe aquela história de prometer começar uma dieta, matricular academia, mas nunca começar? É quando escutamos que a dieta fica sempre para a próxima segunda-feira e continuamos insatisfeitos com a nossa aparência e falta de saúde. Da mesma forma, deixamos de fazer aquele curso que nos ajudaria a crescer na carreira, o sonho pessoal de fazer uma viagem fica sempre nisso, num sonho no papel. Do que precisamos para começar a fazer aquilo que queremos?  Os convido para uma viajam mental por uma das façanhas do Amir Klink, para visualizar conceitos importantes para nosso dia a dia, que nos abrem o caminho a uma vida melhor.  

Qual é a distância da viagem mais longa que você já fez?Como é essa distância se comparada com 6500 quilômetros?  Agora imagine percorrer essa distância caminhando…. 

Eu tive o prazer de entrevistar o Amir durante a elaboração do meu livro “Murphy on Projects”, testemunhei pessoalmente as caraterísticas que fazem dele um grande realizador, não são somente suas façanhas, seu livros, mas inúmeros projetos.  No seu livro “Cem dias entre o céu e o mar”, o Amyr conta como ele atravessou o atlântico remando num bote, movido pela força dos seus braços. Foram meses sozinho no meio do mar. Não tinha colegas ou amigos por perto, esposa para contar como foi seu dia, ou criticar o que deixou de fazer, nada disso. Era ele com ele mesmo. Não tinha um chefe para cobrar, nem cartão de ponto para bater, podia começar seu expediente a hora que quisesse, mas seguia com disciplina seus horários de trabalho e de descanso. 

E se mudássemos personagem nesta história? Se colocarmos você como personagem e mudássemos o objetivo de atravessar o atlântico remando pelos seus próprios objetivos, como ficaria a história???. Aqui temos uma lição muito valiosa e importante: a disciplina é a ponte que leva você até suas metas. Pessoas de sucesso fazem com disciplina aquilo que a maioria tem preguiça de fazer.

“Ahhhh eu sei que preciso de disciplina, mas……”

Mas??Mas o que falta?…. Falta a determinação que nos dá a força que precisamos para enfrentar obstáculos, incluindo nos mesmos: nossa preguiça, nossas atitudes, os pensamentos que sabotam nossos objetivos, entre outros.  Só conseguimos determinação quando queremos muito fazer algo e decidimos com força que realmente o vamos fazer.

Quando não estamos realmente decididos a fazer algo, arrumamos as mais diversas e esfarrapadas desculpas. Mentimos e nos enganamos a nós mesmos, como fazemos com a dieta e a academia. Mas quando realmente queremos, fazemos todos os sacrifícios necessários. Precisamos desejar com força, tomar uma decisão co ma firmeza de um juiz, executar com a disciplina de um guerreiro, encarando os obstáculos com determinação.  Mas então…… por que não o fazemos? 

Falar é fácil, fazer é difícil. 

A disciplina vem da palavra discípulo, alguém disposto a aprender. Aprender implica fazer diferente. Se você que resultados diferentes, precisa fazer diferente, concorda? Resultados diferentes não surgem fazendo o mesmo. Faz sentido?  O primeiro passo é estar dispostos a mudar sua rotina e fazer diferente.

“Ahh mas sabe, tem aquele docinho, aquela feijoada … vou adiar dieta para a próxima semana”.  

Por que deixamos de fazer o que precisamos fazer? Quando nos deparamos com as tentações que vão contra os nossos propósitos, a nossa mente tem que avaliar entre o benefício imediato, proporcionado pelo prazer, e o benéfico a longo prazo que vem da dieta e do exercício regular. 

As pesquisas cientificas identificaram que decisões de curto e longo prazo são tratadas por diferentes partes do cérebro. Quando se trata de decisões de curto prazo, se ativa o sistema límbico, o qual é responsável por o comportamento impulsivo, mas também por disfunções, como os vícios em drogas. Por outro lado, as decisões de longo prazo são tratadas pelo córtex pré-frontal e lobo parietal, os quais são associadas com a análise racional.  Isso quer disser, que nosso cérebro encaminha para departamentos diferentes as decisões de curto e longo prazo. Olhando para o curto prazos, agiremos por impulso e tomaremos uma decisão mais prazerosa do que benéfica.

Estes processos acontecem com todas as decisões e curto e longo prazo, afeta não somente dieta, mas também decisões de negócios e de investimentos.  A chave então é lembrar do nosso objetivo de longo prazo no momento presente. Lembrar que se queremos realmente obter um benefício futuro, as ações têm que ser feitas no dia-a-dia. Se buscamos mais saúde e autoestima, decorrente de perder 10, 20, 50 quilos, ou conquistar um cargo melhor, viajar, aprender línguas, uma nova profissão, um novo esporte, qualquer que seja o objetivo, as ações são feitas no presente.  

Manter o foco no objetivo exige fortaleça, determinação para não se permitir cair nas tentações que nos deviam da rota do sucesso (sim, é decisão sua se permitir ou não). Foi o foco no objetivo de longo prazo que levou ao Amyr a se esforçar diariamente, seguindo seu plano, se auto motivando no meio do mar, acompanhado de dourados, baleias. Amyr encontrou formas de encarar a sua rotina de desconforto, os perigos das ondas gigantescas, os seus próprios medos, pelo foco num objetivo. Ele apelidou as ondas, fez amizade com os peixes, teve uma relação de pacifica com os tubarões que eventualmente batiam no seu bote e não o deixam dormir. Ele teve a fortaleça para não sucumbir aos prazeres imediatos  e no lugar disso, se esforçar fisicamente e mentalmente.

Neste artigo não conseguimos abordar as dezenas de fenômenos mentais, que afetam nosso desempenho. Enxergar a nós mesmos não é um processo simples, ainda mais quando não conhecemos tudo aquilo que pode estar nos influenciando. Da mesma forma que os atletas que querem obter resultados precisam de um treinador (coach), pessoas que querem melhores seus resultados e mudar sua vida para melhor precisam de um coach de performance.  Isto não é um processo de frases positivas. Como executivo, eu busco resultados e como coach, ajudo aos meus clientes a obterem resultados tangíveis.  Um exemplo prático da aplicação do coaching para atingir resultados o encontramos no treinamento dos SEALS. Eles são a elite das equipes de elite do exército americano, os soldados melhor treinados no mundo. Para manter sua disciplina e determinação, eles têm uma máxima: você está sempre a 40% do seu potencial. Você sempre pode fazer mais.  Já imaginou como seria sua a vida a 100%? O que acha de dar o primeiro passo?

Coaching é um processo gratificante, as transformações que as pessoas fazem com suas vidas são sensacionais. Quando descobrimos o poder que temos nas nossas mãos, os resultados são surpreendentes!  Para quem quiser iniciar um processo em busca de transformações na sua vida pessoal e profissional, deixo este singelo artigo  como convite, e fico a disposição como coach de performance para orientar e contribuir no longo processo de potencializar nossos resultados.


Fonte: Artigos Administradores / Lições de Amir Klink sobre eficiência pessoal

Os comentários estão fechados.