Lições de um surfe

Lições de um surfe

O mar tem altos e baixos, como acontece na vida. As oportunidades aparecem a todo tempo

Desde moleque despertei o desejo de ser empresário. Era um sentimento forte, que ficava em minha cabeça e me fazia sentir bem. Deitava e sonhava, e aquilo não passava. Sempre achei uma atividade especial para o desenvolvimento da sociedade. Na verdade pensava mais em ser rico ($), mas com o tempo você aprende que ser rico é medido de outras formas, com outras métricas.

É engraçado porque entre o despertar deste desejo e o início da materialização dele, normalmente, primeiro você se desafia. Tem discussões épicas consigo mesmo, incertezas aos montes. Depois é hora de abrir o jogo com a família, que muitas vezes é contra a ideia (não foi o meu caso), principalmente porque não fomos educados para sermos empreendedores, e a insegurança pesa. Li em algum lugar que “Coragem” não é a ausência de medo, mas sim a superação dele. Ele está lá, mas o indivíduo se agiganta e se torna maior que qualquer obstáculo.

Durante um surfe aprendi algumas lições que acabei trazendo para minha vida de empresário. Às vezes o mar está lindo, mas sem ondas. Outras, feio, e com ondas imensas. Às vezes existem muitos querendo a onda, e é preciso habilidade e experiência para sair na frente. Às vezes aquela onda que apontou lá no fundo fantástica, engorda. Às vezes parece que a onda do colega é sempre maior. Às vezes ela vem, mas não se pode curti-la, porque não havia se preparado. Às vezes nem se agradece à natureza por aquele cenário incrível. Às vezes parece que uma onda lhe pegou em cheio e tenta lhe afogar. Às vezes parece que é seu dia de sorte e as ondas vem perfeitas, tudo dá certo. Enfim, são muitas as situações, reflexões, oportunidades e dificuldades.

Mas é fundamental se ter em mente que depois de uma onda vem outra. Sempre vem, por mais que demore. E nessa próxima onda podemos estar surfando bem lá no alto, lá na crista. O mar tem altos e baixos, como acontece na vida. As oportunidades aparecem a todo tempo. Estão por ai. Mas somente a experiência de um olho treinado sabe identificar as melhores ondas.


Fonte: Artigos Administradores / Lições de um surfe

Os comentários estão fechados.