Líder bom ou líder bonzinho

Líder bom ou líder bonzinho

Quais as diferenças entre o líder bom e o líder bonzinho e como fugir dessa armadilha organizacional?

A cultura corporativa brasileira sempre teve um traço em comum: excesso de paternalismo.

Atire a primeira pedra quem nunca disse ou ouviu frases como: – nossa empresa é uma grande família ou as pessoas da minha equipe são como meus filhos.

A lista pode ser bem longa.

É claro que o grau de profissionalismo das pessoas, a pressão e exigência por resultados e treinamentos e mais treinamentos de liderança acabam por diminuir o comportamento paizão ou mãezona nas empresas, mas isso a meu ver ainda está de acabar.

O fato é que temos muitos líderes que confundem ser BOM com ser BONZINHO e isso com o tempo provoca desgaste, descontentamento e claro baixo desempenho.

Veja a diferença de um e outro e como evitar essa armadilha organizacional.

O LÍDER BONZINHO procurar agradar a todos. Detesta conflitos e está sempre preocupado com a sua imagem dentro da equipe. Ela ou ela acredita que cada membro da equipe é como se fosse seu filho(a) que necessita de proteção, acolhimento e amparo. O BONZINHO odeia disser: NÃO! Passa noites em claro pensando em como resolver problemas que não lhe cabem e adora um sofrimento alheio. Esse tipo de liderança sofre muito pelo outro, afinal como bom pai ou mãe: mexeu com meu filho(a), mexeu comigo!

A equipe finge que respeita e o líder acredita ser respeitado. É claro que devido a essa postura muitos liderados se aproveitam da situação e fazem da empresa uma verdadeira extensão da sua casa. Todos os dias trazem todos os tipos de problemas, em especial, os pessoais para o LÍDER BONZINHO resolver ou quem sabe se comover com a situação. O LÍDER BONZINHO acredita que tem a equipe na mão, mas na verdade é o LÍDER que está nas mãos da equipe.  Quando acontece algo inesperado ele se sente traído e diz coisas do tipo: mas eu ajudei tanto aquela pessoa e ela me faz uma coisa dessas…

O LÍDER BOM por sua vez não mascara a verdade. Busca o consenso por meio do diálogo, mas sabe que agradar a todos é utopia. Para crescer é preciso mudar e mudança nem sempre agrada. O LÍDER BOM é justo e faz com que você cresça por que ele exige sempre mais. Muitas vezes ele pode ser confundido com uma pessoa grosseira, individualista ou que pressiona demais. O LÍDER BOM exige maturidade profissional, responsabilidade para com o resultado e foco nas metas. Esse tipo de liderança dá a cada pessoa aquilo que ela precisa e não aquilo que ela deseja. O LÍDER BOM acima de tudo procura ser justo e recompensa aqueles que buscam um trabalho bem feito dentro dos padrões de qualidade definidos.

A diferença entre LÍDER BOM ou BONZINHO é muito tênue e é evidente que ora demonstrará comportamentos de um ou de outro. A questão é conseguir medir quais destes comportamentos são mais efetivos com a sua equipe e quais resultados trazem para a sua empresa.

Assista ao vídeo LÍDER BOM OU LÍDER BONZNHO? e ouça as dicas que o palestrante de vendas Paulo Araújo gravou para você refletir  sobre como conduzir a sua equipe de forma justa e sem paternalismo.


Fonte: Artigos Administradores / Líder bom ou líder bonzinho

Os comentários estão fechados.