Líder: John D. Rockefeller

Líder: John D. Rockefeller

Esse texto faz parte de uma coletânea sobre grandes líderes, iniciada por esse texto, e que contará com dois artigos por semana, as terças e sextas

John Davison Rockefeller – Standard Oil Company

Nascido no ano de 1839, John Davison Rockefeller, mais conhecido como John D. Rockefeller foi um grande empresário e filantropo estadunidense.

Rockefeller foi um industrial do século XIX para o século XX nos EUA. Fundador da Standard Oil Company.

 

Rockefeller foi um dos maiores industriais de todos os tempos. Fundou a Standard Oil, que tinha como definição, comprar todas as empresas petrolíferas dos EUA a qualquer custo. Logo, a Standard Oil Company controlava 90% de toda a exploração de petróleo nos EUA. Muito criticado por algumas posições, Rockefeller era contra a concorrência e praticava lobby para conseguir atender seus desejos.

Durante muitos anos, Rockefeller (sei que está repetitivo esse nome) nadou livre, derrubando seus concorrentes a qualquer preço. Mas ninguém escala a montanha empresarial sem ajuda, com um contrato de transporte com Vanderbilt, John D. Rockefeller conseguiu, nada menos transportar seu petróleo de qualquer parte dos EUA e ajudou o Vanderbilt a construir a maior linha ferroviária da história dos EUA.

Quando a amizade terminou, entre Vanderbilt e Rockefeller, a necessidade de transportar o produto de suas refinarias não se findou, pelo contrário, um aumento gradativo no consumo fez com que Rockefeller pensasse em uma maneira de transportar o petróleo sem o uso maciço dos trilhos de Vanderbilt, A partir desse momento os investimentos em oleodutos nos EUA dispararam e o transporte por trilhos, diminuídos.

Após anos de exploração, a Standard Oil Company, tornou-se a maior empresa petrolífera do mundo, porém todo esse poder de Rockefeller chamou a atenção de políticos que precisavam concertar o sistema e se elegerem. Logo, apareceu um político que conseguiu aprovar a lei antitruste nos EUA. A Standard Oil Company, foi obrigada a desmembrar-se em outras, segundo o documentário “PUMP”, em 34 outras empresas petrolíferas, a título de curiosidade a maioria das empresas desse ramo nos EUA são oriundas desse desmembramento, o que os políticos queriam, derrubar o poder de Rockefeller e seu monopólio não deu muito certo. Rockefeller depois do desmembramento de sua companhia possuía ações em todas as outras empresas originadas dessa divisão, logo com o mercado aquecido por ter mais escolhas, maior poder de barganha e por óbvias melhores condições de mercado as ações estavam em alta e a fortuna de Rockefeller ao invés de diminuir aumentou consideravelmente.

A título de curiosidade, a fortuna de Rockefeller está   avaliada, naquela época, em meros US$ 360.000.000.000,00. Não, você não leu errado, trezentos e sessenta bilhões de dólares, tornando-o o homem mais rico da era moderna.

Mais um título de curiosidade, essa fortuna em reais, levando em consideração a cotação do dólar em 26/03/16 (R$ 3,69), resultaria em nada menos que R$ 1,328,070,000,000,00 (um trilhão, trezentos e vinte oito bilhões e setenta milhões de reais).

Para fazer uma comparação bem simples, o PIB (Produto Interno Bruto – soma da produção de bens e dos serviços realizados em um determinado período) do Brasil é somente 6 vezes maior que o valor da fortuna de Rockefeller em reais, ou seja, ele tinha um sexto do PIB do Brasil.

John Davison Rockefeller após ter sua empresa desmembrada, sua fortuna aumentada e de ter dado início a sua filantropia faleceu em 1937.

Para mais informações sobre John Davison Rockefeller, acesse: http://www.biography.com/people/john-d-rockefeller-20710159


Fonte: Artigos Administradores / Líder: John D. Rockefeller

Os comentários estão fechados.