Liderança e a Inteligência emocional

Liderança e a Inteligência emocional

A competência pessoal tem dois lados que você pode ver, a autoconsciência e a autogestão. Considerando que estes dois pontos estejam bem administrados você tem o controle nas mãos, é forma nítida e clara de desenvolver sua inteligência emocional. Mas como você pode desenvolver este lado? Leia o artigo abaixo e entenda

A competência pessoal tem dois lados que você pode ver, a autoconsciência que está diretamente ligada ao modo de entender a si mesmo e a autogestão que é a maneira que você faz o gerenciamento do seu comportamento. Considerando que estes dois pontos estejam bem administrados você tem o controle nas mãos, é forma nítida e clara de desenvolver sua inteligência emocional. Mas como você pode desenvolver este lado? Sugiro que fação muito leitura sobre os assuntos, vale a pena, não vamos entrar na profundidade do assunto neste artigo, falaremos sobre estes temas em assuntos específicos, se dedique cada vez mais nestes desenvolvimentos.

Podemos definir os três pontos abordados no parágrafo acima da seguinte maneira? 

  1. Autoconsciência: Pessoas que possuem autoconsciência, são honestas consigo mesmo, não ficam acreditando em qualquer ingenuidade e nem alimentam dentro de si críticas pessoas e nem se deixam abater por suas fraquezas, são pessoas equilibradas.
  2. Autogestão: Como o próprio nome diz fazem sua própria gestão, não são influenciadas estas pessoas juntam a auto gestão com o que tem na auto consciência e controlam a emoção e a razão.
  3. Competência social: Talvez a principal qualidade dos líderes de verdade possuem uma capacidade enorme de se colocar no lugar das outras pessoas, seus resultados é produto de sua empatia, facilidade de viver bem em todos os níveis hierárquico.
    Desenvolvimento da Liderança

Temos o outro lado da moeda que é a competência social que está ligada diretamente a entender as outras pessoas, capacidade de empatia que você pode desenvolver, só assim poderá fazer o gerenciamento de sua comunicação e desenvolver a capacidade de atender bem ao seu próximo.

O desenvolvimento de sua liderança fica mais fácil a partir do desenvolvimento destes dois pontos acima, associado a competência social, todas as características de líder poderão ser notadas pelas outras pessoas, lembra-se daquele líder que você admirava muito, quais eram os pontos fortes que você claramente notava nele, então você pode se tornar um líder se sucesso também e também você deve se lembrar dos chefes (não líderes) que não praticava nada disso, eram pessoas totalmente despreparadas.

A liderança é desenvolvida justamente quando enfrentamos desafios, encaramos a realidade e passamos a dar resultados a empresa que trabalhamos ou aos nossos próprios negócios, quando se tem oportunidade a aprendizagem em ambiente de trabalho tem uma velocidade muito maior, nesta fase a aprendizagem com livros é um complemento riquíssimo.

Segundo Goleman (1998), IE refere-se à capacidade de identificar nossos próprios sentimentos e os dos outros, de motivar a nós mesmos e de gerenciar bem as emoções dentro de nós e em nossos relacionamentos.

Para desenvolver sua liderança cada vez mais você precisa aguçar sua inteligência emocional que ao meu ver está associada a Marketing pessoal, persuasão e influência, resiliência, automotivação, otimismo, administração do tempo, administrar conflitos (trabalhar com pessoas difíceis), todas as emoções devem estar a nosso favor, bem controladas, para enfrentar os desafios que as jornadas de liderança nos apresenta.

Falo das emoções controladas para que nada tomem rumos diferentes dos objetivos tração, veja o que diz Goleman (2002): o líder possui o poder máximo de controlar as emoções de todos. Se estas foram impelidas para o lado do entusiasmo, o desempenho pode disparar; se as pessoas forem incitadas ao rancor e à ansiedade, perderão o rumo. Acrescento ainda que se o líder for arrogante, certamente ficará sem o domínio dos seus liderados facilmente. Hunter diz em seu livro O líder e o Executivos que se um líder falar que não precisa aprender mais nada, coloca a arrogância em primeiro lugar da lista.

 


Fonte: Artigos Administradores / Liderança e a Inteligência emocional

Os comentários estão fechados.