Ministro do STF autoriza Youssef a ficar calado na CPI da Petrobras

Ministro do STF autoriza Youssef a ficar calado na CPI da Petrobras

De acordo com a decisão do ministro, Youssef não poderá ser obrigado a assinar termo de compromisso para dizer a verdade e poderá ser assistido por seu advogado

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nessa segunda (24) habeas corpus que garante ao doleiro Alberto Youssef direito ao silêncio no depoimento marcado para amanhã (25) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras.

A decisão inviabiliza a acareação com Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, prevista para a sessão. Ambos assinaram acordo de delação premiada.

De acordo com a decisão do ministro, Youssef não poderá ser obrigado a assinar termo de compromisso para dizer a verdade e poderá ser assistido por seu advogado.

A acareação foi autorizada pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, após pedido dos membros da CPI.


Fonte: Notícias Administradores / Ministro do STF autoriza Youssef a ficar calado na CPI da Petrobras

Os comentários estão fechados.