Não à venezuelização do Brasil! Somos todos TCU!

Não à venezuelização do Brasil! Somos todos TCU!

Manobras para ocultar os fatos não os eliminam, visto que a verdade é um conceito absoluto, e, não, algo construído com propagandas ideológicas.

Na tarde de hoje (04/10/2015), a tropa de choque do governo Dilma, capitaneada pelo Advogado-Geral da União (Luís Inácio Adams), anunciou que solicitará ao Plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) o afastamento do relator do processo que trata das pedaladas fiscais realizadas pelo governo federal em 2014.

 

A alegação para tal manobra é uma suposta antecipação do voto do relator, Ministro Augusto Nardes, em relação ao julgamento da matéria no Plenário do TCU às 17h do próximo dia 07/10/2015.

 

Trata-se de uma atitude do governo, no mínimo, desesperada: já que não é possível dissimular a manobra fiscal com argumentos jurídicos, a tropa de choque lulopetista busca desconstruir o trabalho da equipe do TCU, órgão auxiliar do controle externo da União. 

 

Em outras palavras, já que não foi possível cooptar o TCU, a exemplo do que foi feito com o PMDB na reforma ministerial anunciada na última sexta-feira, a estratégia de guerrilha do PT é apelar para o dossiê.

 

Enfim, essa manobra do governo para dissimular o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000) e manter seu projeto de perpetuação no poder representa mais uma tentativa de venezuelização do país. Daqui a pouco, buscar-se-á atingir o TSE, que julga as contas de campanha da chapa presidencial Dilma/Temer de 2014, isso sem desconsiderarmos um possível processo de censura contra os que se opõem e criticam os que governam país.

 

Um forte abraço a todos, somos todos TCU e fiquem com Deus!


Fonte: Artigos Administradores / Não à venezuelização do Brasil! Somos todos TCU!

Os comentários estão fechados.