O homem é uma “empresa”

O homem é uma “empresa”

Sobre a motivação ao autoconhecimento.

As empresas na sua grande maioria geralmente adotam o planejamento estratégico para implantar, organizar, direcionar e controlar internamente e externamente seus objetivos e metas; maximizam seus objetivos; minimizam suas deficiências e buscam incessantemente proporcionar a eficiência com efetividade.

Diariamente ganhamos 24 horas como oportunidades para planejar e conhecer mais a nós mesmos. Sempre há um tempinho para meditar, conscientizar-se do que está certo, errado, avaliar, construir, rever ou desenvolver a leitura da realidade de uma organização bem complexa, com espírito, mente, corpo, pensamentos, sentimentos e ações.

O Planejamento deve ser a prática e busca de um inventário pessoal diário no autoconhecimento, porque se conhecermos bem nosso inimigo ou melhor amigo, “nós mesmos”, conseguiremos com maiores facilidades vencer as batalhas e a guerra CHAMADA VIDA….

A descoberta e a leitura desse inventário pessoal, que pode ser um Brainstorm, Diagrama, Organograma, Fluxograma, Mapa Mental, Requisitos do Sistema, Scrum, PM Canvas, Visio, Gliffy ou Google Apps da sua vida, deverão ser analisados detalhadamente, honestamente, criticamente, construtivamente, coerentemente, completamente, inteiramente e sistematicamente.

Esse conhecimento deve tornar-se compreensível para promover as estratégias. O resultado esperado é auto aceitação, amor, respeito, humildade, esperança, fé, autoconfiança, segurança, resiliência, equilíbrio emocional e sucesso.

Se ainda não deu certo hoje, persista. Se o plano “A” não deu certo, tem um alfabeto inteiro ainda até o “Z”.

 Pense no SMART:

S – Specific (Específico)

M – Measurable (Mensurável)

A – Attainable (Atingível)

R – Realistic (Realista)

T – Timely (Em Tempo)

Busquemos saber com clareza dos nossos acertos e erros no papel que queremos assumir na vida. Espera-se a diminuição da coluna de erros e o aumento da coluna de acertos…. Dá até pra fazer no Excel….

Quem não sabe onde quer chegar, serve qualquer caminho. Quem sabe onde quer chegar, planeja e escolhe melhor os caminhos e ações.

Sem bons sentimentos, pensamentos e ações; planejamento, efetividade, perspectivas; sem autogerenciamento, buscando vencer a nós mesmos para evoluirmos em todas as áreas de nossas vidas, fica mais difícil a cada dia a convivência com nós mesmos e com os outros.

Reflexos da falta de autogerenciamento e negligências a “nós mesmos” são stress, mau humor, estupidez, insensatez, auto-obssessão e desequilíbrios.

Etapas necessárias para colocar em prática nosso planejamento estratégico:

  • Se autoconhecer, focar a busca da sabedoria, nos objetivos de vida escrevendo constantemente nosso inventário diário. Façamos um balanço. Corrijamos o que precisar.

O que fiz hoje que foi bom para mim e para os outros?

O que não gostei de fazer hoje?

Como pensei, senti e agi?

O que buscarei e me esforçarei para não repetir mais de hoje em diante?

O que me aperfeiçoarei mais?

Como serei melhor para os outros e para mim?

Quais virtudes porei em ação?

Quais vicissitudes extinguirei?

Serão metas espirituais e morais, mentais e físicas, trazendo bem-estar e equilíbrio.

  • Se auto gerenciar e implantar ações positivas na família, crenças, estudos, trabalhos, lazer a fim de evitar dissensões, imprecisões, improdutividade, atitudes sem valor para você e para os outros, buscando sempre a excelência para atender mais às virtudes e a caridade. Será difícil ser perfeito, nem busquemos ser, mas um cadinho melhor do que ontem já dará uma sensação de vitória e conquista de si mesmo.
  • Definir a visão de futuro, sem ressentimentos, raiva e medo, o quero fazer em minha vida? E quando eu chegar a velhice? Quais são meus sonhos, viagens e eventos que quero prospectar e proporcionar junto aos meus amores? Será que estou fazendo o melhor de mim para chegar onde eu quero e como eu quero? O que vou buscar e praticar de INOVAÇÃO e TRANSFORMAÇÃO? O propósito é criar uma autoimagem em um estado futuro ambicioso e desejável, relacionando essa imagem com sua máxima satisfação e dos familiares, amigos, stakeholders e network da sua vida. Pensamentos positivos atraem o desejado, os negativos também… meu pai sempre me disse: “Mire na Lua, porque você chegará pelo menos nas estrelas. Pensar grande ou pequeno dá o mesmo trabalho”. “Jacaré parado e dormindo, vira bolsa de madame”.
  • Definir a missão. Já se perguntou o que está fazendo aqui entre mais de 7 bilhões de pessoas? Missão é dever, será sempre o certo pelos motivos certos, não importa o que os outros façam de mal, o que importa é o que eu estou fazendo. Com certeza erraremos muitas vezes, mas o objetivo de buscarmos a cada dia mais habilidades e capacitação para vencermos a nós mesmos, renovará as nossas forças para alcançar e realizar nossa missão. Quais são os meus deveres? Só conseguimos doar aos outros aquilo que temos por nós mesmos. Nos dias de hoje o castigo, ou a reação das nossas ações, não vem mais “a cavalo”, ele chega daqui a pouco de Hyperloop.
  • Definir nossos princípios filosóficos, quais são os alicerces da nossa sabedoria, quais são as nossas verdades, quais são as nossas mentiras,virtudes, valores ou vicissitudes que regerão nossas ações e decisões. Não importa a religião, credo ou falta de crenças ou religião, se não ajudar os outros e a nós mesmos, pelo menos deixemos de atrapalhar. Sem desanimar, picuinhas, maledicências e maldades, um mundo melhor começa por nós mesmos, não dá para esperar somente dos outros.
  • Avaliar-nos com uma análise SWOT, nossa estrutura organizacional, nossas práticas funcionais, os fluxos de informações, a gestão financeira e conseguir o controle nessa gestão. Observar todos os detalhes do nosso entorno, constituído dos aspectos morais, físicos, econômicos, sociais, políticos, legais, ecológicos, tecnológicos, esportivos e culturais, que são aspectos externos que influenciam nosso comportamento.
  • Na análise do ambiente interno, quais são as nossas forças e quais são as nossas fraquezas?
  • Na análise do ambiente externo quais são as ameaças e oportunidades?

OBS: Feitas as análises do ambiente interno e ambiente externo, devem-se estabelecer estratégias de curto, médio e longo prazos num ambiente temporal de 01 dia a 20 anos, a empresa é sua vida, você é quem manda, você tem que ser um bom líder para você!

  • Balanced Scorecard: a metodologia nos ajuda a alcançar os resultados desejados. “A partir dela, é possível aprender um pouco mais sobre a nossa gestão autogestão, auto sustento e a promover nosso crescimento”. O Balanced Scorecard fornece vetores que ajudam na estratégia para que um empreendimento se desenvolva.
  • Pirâmide de Maslow, … como está a sua pirâmide? Mais focada em “Ter ou Ser”? Como me motivo e me torno mais produtivo? Como me adequar e exercitar a humildade.
  • Matriz BCG, tenho analisado meu portfólio, o que eu tenho oferecido, o que eu tenho produzido, como é o meu desempenho? Estão acreditando em mim aí por esse mundão?  Como está a minha taxa de crescimento e participação no mercado? O que devo tirar de linha….

Concluído o planejamento estratégico, resta monitorá-lo sistematicamente para a qualificação e quantificação das ações nos planos para o cumprimento da nossa missão.

Com base nas definições de nossas vidas através do autoconhecimento, autoadministração, visão, missão e princípios filosóficos, tornar-nos-emos líderes de nós mesmos.

Como as empresas, precisamos planejar, organizar, implantar, inovar e controlar para sermos melhores e bem-sucedidos a cada dia.

A vida é linda! Simplicidade é a chave e não precisa complicar, 99% das nossas tribulações são causadas por nós mesmos, por imperícia, imprudência, impaciência ou por não termos feito o que nos caberia fazer. Não podemos falir ou arruinar a nós mesmos…

Nossa EMPRESA de sucesso, será exemplo para muitas outras EMPRESAS ao nosso redor… Tenho certeza, que fazendo essa analogia, vamos querer cada vez mais muitas EMPRESAS de sucesso, prncipalmente ao nosso lado…..

AME, PACIFIQUE, INOVE, RENOVE, TRANSFORME O MUNDO….

Saúde, Sucesso, Paz e Amor para todos nós.


Fonte: Artigos Administradores / O homem é uma “empresa”

Os comentários estão fechados.