O lado bom daquilo que nos faz mal

O lado bom daquilo que nos faz mal

Há males que vem pra bem! Sempre ouvi esta afirmação. E transformar esta afirmação num raciocínio lógico e positivo, exige um pouco de maturidade, coragem, boa vontade e um coração determinado. É necessário estar disposto a transformar!

O bem esta naquilo que você faz de graça a outrem, na simplicidade dos gestos, nos sorrisos de bom dia! A vida já nos bate tanto e às vezes nossas escolhas nos fazem trilhar caminhos nem sempre fáceis.

Fiz tantas escolhas ao longo da vida, umas boas e outras nem tanto, mas, eu tive a felicidade de conhecer pessoas.

E incrível o que vou dizer-Não quero esquecer nenhumas delas! Cada uma me trouxe algo. E claro que algumas me deixaram boas lembranças, muitas gargalhadas e belas amizades. Algumas mostraram a dureza de seu olhar, a loucura de seus pensamentos e a controversa ambiguidade de seus “finitos “corações”“.

A grande questão que paira sobre minha cabeça a respeito desses corações “finitos” é: O que fazer com este turbilhão de maus sentimentos que por vezes estas pessoas despertam em mim, em você, em nós? Eu não sei! E sincero!

Há alguns anos passei por um período complicado e comecei a pensar e a pesquisar a respeito- O que fazer?- Como vencer? –Pensava algumas vezes: Seria melhor esconder, fugir ou morrer?

Então eu lí um texto de um palestrante e nele tinha um paragrafo que dizia:- Aprendi que as pessoas, em regra, não estão contra mim, mas a favor delas. (O Prazer e Único-Tom Coelho). Isso foi o suficiente para crescer um universo de pensamentos e surgiu então a primeira rachadura no murro que construí para me defender e deixei ir embora aos poucos o que me afligia. E claro que não foi rápido! Alguns dias não tinham fim, outros eu acordava a própria mulher maravilha, outro dia acordava com o sorriso do coringa nos lábios outros dias eu não queria sair da cama.

Mas, existem escolhas e elas podem e devem ser dirigidas a te aliviar dessa pressão que você carrega. Colocar a plaquinha de vitima, torcer contra, planejar vingancinhas débeis não lhe trarão nada mais que segundos de um prazer que nunca se sacia!

Ser um bom profissional inclui em ter uma visão critica, muito mais sobre sí do que sobre os outros, foi então que baixei a guarda, tentei me ver do outro lado, me entendi com os meus supostos desafetos e conclui mais um ciclo na minha vida.

Todos os dias eu acordo e sei que é um novo dia. Todos os dias eu posso fazer o melhor. Todos os dias eu agradeço a oportunidade de ter vivido mais um dia. Todos os dias eu sigo adiante.


Fonte: Artigos Administradores / O lado bom daquilo que nos faz mal

Os comentários estão fechados.