O poder do retorno

O poder do retorno

É sempre bom temos um retorno do que fazemos

Há algum tempo que estava pensando em escrever sobre um assunto que me acompanha desde o início de minha trajetória profissional.  Confesso que só estava observando, mas agora achei que seria uma boa oportunidade de expor. Sempre tive a oportunidade de trabalhar em empresas de médio e grande porte em diferentes ramos de atuação e também de conviver e compartilhar conhecimentos e vivências com muitos de meus colegas colaboradores.  Isso agregou muito a mim não somente ao lado profissional, mas como pessoal também, pois muitas vezes a experiência de alguém adentrou em algum momento de minha vida.

Todavia, hoje posso dizer com pesares que não puder ter a oportunidade de compartilhar e absorver experiências com chefes. Muitas vezes tentei de alguma forma ter o contato, uma conversa franca, pedir um feedback, mas nunca há tempo ou interesse de um superior averiguar o que posso melhorar ou o que tenho de melhor a oferecer e isso é péssimo, pois me passa a impressão de ser só mais uma na equipe, apesar de eu saber dos meus diferenciais e todos os dias fazer deles meus alicerces para realizar minhas responsabilidades da melhor forma possível.                                                                                          

Este texto é apenas uma pequena reflexão de como é importante à comunicação entre lideres e liderados, mas também de saber a importância que temos em nosso ambiente de trabalho e como podemos melhorá-lo e contribuir para sempre criarmos um ambiente amistoso e colaborador. Mas este texto não se limita somente ao ambiente organizacional, mas para as pessoas que prestam serviços e faz parte de nosso cotidiano (Porteiro, atendente, recepcionista, o gari, o frentista) e principalmente as pessoas que estão em busca de novas oportunidades profissionais, já que sempre a esperança de um retorno da empresa depois de uma entrevista ou de uma nova etapa no processo seletivo. Sendo positivo o negativo, sempre dê um retorno, pois somente assim poderemos rever nossos posicionamentos.


Fonte: Artigos Administradores / O poder do retorno

Os comentários estão fechados.