O que é capacidade gerencial

O que é capacidade gerencial

Liderança, Conhecimento Técnico, Prática Gerencial, Experiência Operacional e Tecnologia da Informação

Capacidade Gerencial é um conjunto de habilidades inerentes ao Executivo de negócios. Em administração são habilidades requeridas para administrar todo o negócio ou uma função operacional específica.

Liderança, conhecimento técnico; prática gerencial; experiência operacional e tecnologia da informação; são em conjunto, a formação do Administrador/Executivo e esse tem um longo caminho a percorrer até adquirir todas essas habilidades. Dizemos que velhas práticas estão sempre na moda para justificar a quantidade de recursos disponibilizados para administrar, embora, o ato de administrar seja sempre o mesmo. Existem facilitadores, mas nenhum tem respostas prontas para solução de problemas ou melhoria de resultados. A capacidade para gerenciar com qualquer modelo de gestão e com qualquer tecnologia está se tornando referencial para medir a capacidade gerencial do executivo.

O que certamente comprova um grande Administrador/Executivo são as habilidades que formam a sua capacidade gerencial, e esta é representada por um conjunto de qualidades absorvidas pelo conhecimento teórico, a prática e a experiência. Agregado a estas, ainda há a liderança como uma habilidade extremamente difícil de ser adquirida.

Liderança

Capacidade adquirida e praticada pelo conhecimento teórico, vivência, experiência e prática no trato com pessoas. Acreditamos que qualquer pessoa possa praticar esta habilidade e ter sucesso.

Habilidade para conduzir naturalmente pessoas na direção dos objetivos da organização. É atualmente a habilidade mais disputada pelas organizações. Existe uma carência natural de líderes. O mercado de trabalho tem muitas opções de trabalho para pessoas que sabem conduzir pessoas para atingir metas.

O verdadeiro Líder, como amplamente estudado, é o profissional que sabe se cercar de bons profissionais e através destes obter sucesso na direção dos negócios. Em administração liderar não quer dizer estar à frente, que dizer quem domina o negócio, acredita no que faz, e tem a capacidade para transmitir essa credibilidade para as equipes.

Os livros sobre Administração de Negócios têm referência para os executivos de sucesso, por esta habilidade. A passagem de uma empresa de pequena a grande, sempre se deve à capacidade de um líder em captar talentos, motivar as equipes e criar uma empresa integrada e comprometida com resultados. Jack Welch (CEO) da General Eletric GE, empresa norte-americana de 250 bilhões de dólares (1998) e 270 mil funcionários, acredita ser essa a razão de seu sucesso:

“Os grandes líderes empresariais, Welch acredita, precisam possuir amplas doses de energia. E, o mais importante, precisam saber como usar essa energia para reenergizar os outros. Como um treinador de futebol, Welch participa de reuniões transmitindo essa mensagem – e uma série de outras, algumas das quais se tornaram sua marca registrada:

O mundo dos negócios é simples.
Não complique as coisas.
Enfrente a realidade.
Não tenha medo de mudanças.
Lute contra a burocracia.
Use o cérebro de seus trabalhadores.
Descubra quem tem as melhores idéias e coloque-as em prática.”

(Jack Welch, O Executivo do Século – Os insights e segredos que criaram o estilo GE, Robert Slaters, Editora Negócios, São Paulo, 1999).

Conhecimento Técnico

É o conhecimento específico de um negócio adquirido pela experiência, teoria e prática. Um executivo que durante anos gerenciou uma indústria alimentícia de biscoitos, tecnicamente terá adquirido o conhecimento do negócio, ou a tecnologia do negócio de produção de biscoitos.

O conhecimento técnico do produto e de sua produção, na maioria dos negócios é uma função especializada, cuja execução está a cargo de um profissional especialista habilitado.

Tratamos aqui do conhecimento técnico do negócio como condição para a tomada de decisão. O Conhecimento técnico está sendo valorizado pelas empresas de tecnologia. Executivos de ramos de negócios globalizados e sobre pressão de concorrência, não economizam na contratação desses profissionais.

Prática Gerencial

Conhecimento adquirido pela teoria e prática do uso de ferramentas gerenciais de: (previsão, organização, direção e controle). Como esta habilidade se sobressai no mundo dos negócios, os Gurus direcionam suas receitas para elas. A prática gerencial se adquire praticando. Só o tempo pode validar esta qualidade. A teoria parece simples, mas a sua aplicação não é e demanda muitas tentativas, erros e acertos. Planejar um negócio, dirigir e controlar são funções que em cada negócio tem uma particularidade específica.

De tempos em tempos um especialista cria uma nova maneira de “como fazer” dentro de previsão, organização, direção e controle. Surge uma nova ferramenta de “como fazer melhor” que durante um período torna-se um verdadeiro sucesso, sobretudo pela curiosidade que o novo desperta. Ferramentas recentes que deixaram de ser moda como Reengenharia e Qualidade Total revolucionaram as organizações nas décadas de 80 e 90. Uma ferramenta que vem sendo divulgada com promessa de sucesso para o início do século XXI é o Balanced Scorecard.

Experiência Operacional

Conhecimento adquirido pela teoria e experiência, ou vivência nos campos da Administração: (Mercadológico, Produção, Recursos Humanos, Materiais, Finanças e Controladoria). O conhecimento operacional não se adquire com a teoria. É necessário que se passe pela vivência operacional em todos ou em um campo específico. Esta vivência torna o Administrador/Executivo um especialista.

É na experiência que se acumulam resultados. Normalmente os resultados são mensurados por números, sobretudo os que impressionam. Na verdade a experiência é medida pelo conhecimento adquirido e pode ser mensurado pelas metas globais atingidas em longo prazo, o que é mais comum a muitos profissionais. Muitos profissionais participaram do crescimento de suas organizações em períodos longos, o que não impressiona, mas que na verdade é o conhecimento da experiência.

Um profissional atuando em Marketing durante anos terá vivenciado todos os erros e acertos, dificuldades e problemas de Marketing. Terá tido também a oportunidade de aplicação de conceitos e teorias na prática. Terá tido a oportunidade de elaborar planos de vendas, participar da elaboração e acompanhamento de campanhas de Marketing. Esta pessoa terá mais chance de entender e praticar ações eficientes de Marketing, como conhecer o mercado global e local e suas diferenças reais.

Raramente um profissional vivenciou todas as funções operacionais. Embora seja ela a porta de entrada para as organizações, esse aprendizado é mais conceitual para a grande maioria dos profissionais porque é mais fácil para um profissional de uma área específica, durante anos na sua função, ter acompanhado o dia-dia de outras funções operacionais.

Tecnologia da Informação

A habilidade requerida para a capacidade gerencial, ainda exige o conhecimento tecnológico, para o uso e proveito do que existe nesse campo. Existem tecnologias e sistemas suficientes para executar muito mais do que o necessário para gerir qualquer negócio. O que não existe e não existirá são sistemas que pensarão para a Direção. Por isso o conjunto de habilidades é necessário para a obtenção de sucesso com as tecnologias disponíveis.

Conhecer a realidade das tecnologias é importante, sobretudo para investimento em tecnologia. O sistema de sustentação de negócios mostra como está arrumado o conjunto de tecnologias para entendimento e finalidade nos negócios. Nesse campo o Administrador não precisa ser especialista, basta entender como e porque tudo funciona.


Fonte: Artigos Administradores / O que é capacidade gerencial

Os comentários estão fechados.