O que faz o OKR funcionar?

O que faz o OKR funcionar?

Os OKRs (Objective and Key Results) estão sendo largamente adotados por gigantes como Google, Twitter e LinkedIn ao longo do tempo para definição e acompanhamento de objetivos. Entenda o que faz o OKR funcionar e como adotar em sua empresa.

Os OKRs (Objective and Key Results) ajudam empresas definir e alcançar seus objetivos com velocidade e agilidade. É por isso, entre outros motivos, que empresas como Google, Twitter e Linkedin aderiram ao framework e fazem o desdobramento de seus objetivos baseados no OKR.

Neste post vamos discutir o que faz o OKR funcionar com eficácia nas organizações. Caso queira entender um pouco mais sobre o framework antes de continuar, pode encontrar uma descrição aqui: O que é OKR?. Se já estiver preparado, conheça alguns diferenciais das empresas focadas em resultados de alto nível.

Comece com um propósito

Tudo deve começar com uma “estrela do norte”. Antes de pensar em OKR, sua organização deve criteriosamente ter uma missão ou um senso de propósito bem definido que traduza a visão da organização. Sem um escopo que deixe claro à todas as pessoas onde a sua empresa vai estar em um período de tempo futuro, qualquer meta que você definir fará parte de um conjunto isolado de ações sem sentido para seu futuro.

Empresas com propósitos inspiradores engajam as pessoas em torno de seu futuro e motivam grandes resultados. Por favor, jamais dê um único passo no OKR sem um propósito futuro da organização. Caso contrário, sua empresa estará fazendo pessoas trabalhar duro e bater metas para chegar a lugar nenhum. Nada mais deprimente!

Faça uma cascata de OKR

Comece com os OKRs para sua organização no nível estratégico. Pense no nível global. Tenha os objetivos que sua empresa precisa alcançar em um horizonte de três meses que contribuirá com seu propósito do tópico anterior. Defina de 3 a 5 OKRs contendo objetivos qualitativos e desafiadores e seus resultados chaves que metrificam o crescimento da organização.

Faça, então, com que os departamentos trabalhem em seus OKRs, definindo também de 3 a 5 objetivos que, juntos, traduzam os objetivos estratégicos da empresa. O mesmo deve acontecer com cada indivíduo da organização. Todos devem definir seus próprios OKRs que, juntos, traduzem os objetivos de seu departamento.

Importante: os OKRs individuais devem ser pessoais. Deixe que as pessoas da organização definam seus próprios objetivos e resultados chaves. Faça apenas uma revisão de aderência pelos líderes da empresa. Isso irá garantir engajamento e participação de todos no processo de criação da estratégia.

Torne todos os OKRs públicos

Defina uma forma de compartilhamento de informações, físico ou digital, e deixe todos os OKRs públicos. Há mil e uma maneiras de desviar a atenção das pessoas para tarefas de emergência e que não contribuem com o sucesso futuro da organização. OKRs públicos ajudam na autocrobrança na equipe e no engajamento das pessoas em suas metas.

Prepare-se para falhar

Todo mundo odeia falhar! Os OKRs não significam apenas definir e bater metas. São uma forma de descobrir o que realmente você pode fazer e onde você pode falhar o mais cedo possível. É por isso que OKRs devem ser desafiadores e tirar a equipe da zona de conforto em torno de metas nem sempre atingíveis. Se você mirar alto e não atingir, com certeza terá alcançado um resultado bem mais significativo do que ter mirado baixo.

Falhar faz parte do processo, principalmente nos primeiros ciclos. O aprendizado é consequência de um ritmo de trabalho que empurra as pessoas para frente e para alcançar novos patamares de realização.

Quer fazer as pessoas executarem coisas extraordinárias? Sugiro considerar o OKR!

Este artigo foi originalmente publicado pelo mesmo autor em http://goo.gl/RV5DOa.


Fonte: Artigos Administradores / O que faz o OKR funcionar?

Os comentários estão fechados.