O que tenho aprendido com a crise!

O que tenho aprendido com a crise!

Não se deixar contaminar é a primeira coisa

O que mais tenho escutado sobre este momento em que vivemos na economia do nosso País são histórias tristes e concordo que elas existem realmente. No entanto para cada pessoa que converso e que me apresenta suas dificuldades, desânimo e até pensamentos como: fechar sua empresa, realizar demissões em massa, recuar no planejamento de expansão da sua marca e dezenas de outras situações, trago para minha mente dez outras situações que me motivam a eliminar aqueles pensamentos, para que com energia eu possa pensar em nossa empresa e o que podemos realizar para continuar crescendo, ao mesmo tempo em que tento trazer essas pessoas, que estão desanimando diante de tantas dificuldades, para esta mesma visão, obviamente que sempre com o pé no chão e responsabilidade.

Se existe algo que tenho aprendido com este momento é primeiro não me deixar contaminar. Não sou alienada, nem tão pouco ignoro o cenário, porém tenho criado barreiras para que eu possa continuar pensando positivamente em novas ideias que irão motivar nossa equipe e fortalecer nossos clientes. A segunda atitude que tenho procurado aplicar é que se eu não ajudar à estas pessoas que passam por momentos de sérias dificuldades, não estarei executando nossa missão que é ser útil, e tudo começa a fluir pelo movimento de realizações. O impressionante é que ao ajudar somos simultaneamente ajudados também, pois as ideias que sugerimos transformam-se em muito mais, criam novos caminhos, novas oportunidades, novas coragens que nem sabia que existiam.

Em nosso dia a dia, somos tomados por tanta correria, também pela necessidade sempre imposta de aumento da performance que temos que apresentar e nunca, ou quase nunca, paramos para olhar aos parceiros que temos, clientes, amigos, vizinhos de empresa, do ponto de vista de sugerir melhorias, oferecer ajuda e tenho sido surpreendida com o quanto podemos nos ajudar, quando temos a delicadeza de ouvir, entender as necessidades dessas empresas amigas e com uma visão externa apresentar algumas sugestões, as transformações são evidentes e imediatas.

É bastante comum que ao estarmos vivendo o problema não consigamos enxergar não apenas oportunidades durante a crise, conceito utilizado em demasia neste momento, mas também, não buscar a força necessária para seguir em frente, a refletir sobre importância da permanência no mercado para muitas pessoas que vivem a cadeia produtiva do negócio e por muitas vezes está apenas em entendermos como podemos caminhar por novos caminhos.

Que sejamos consultores uns dos outros para gerar fortalecimento e crescimento.


Fonte: Artigos Administradores / O que tenho aprendido com a crise!

Os comentários estão fechados.