Os "reclamões" de plantão

Os “reclamões” de plantão

Passar parte do dia entregando currículos em busca de recolocação no mercado de trabalho formal – muitas vezes passando no mesmo lugar onde já entregou o currículo dias atrás – não é o forte desses “reclamões” de plantão.

As pessoas falam que emprego está difícil, que o governo do país é uma b*st@, que o índice de desemprego aumentou… e blá blá blá.

Não quero dizer que isso não é a realidade do Brasil em que vivemos atualmente, mas quero mostrar que pouquíssimas destas mesmas pessoas estão dispostas a, além de reclamar, começar um negócio próprio – como vender lanches na rua por exemplo.

Muitas vezes por ter vergonha de demonstrar que tem um trabalho humilde e digno, descartam essa grande oportunidade de se reerguer profissionalmente ou de se encontrar na vida fazendo algo que lhes dá prazer – outras vezes é por puro preconceito mesmo.

Passar parte do dia entregando currículos em busca de recolocação no mercado de trabalho formal – muitas vezes passando no mesmo lugar onde já entregou o currículo dias atrás – não é o forte desses “reclamões” de plantão.

É preciso saber que estar atualizado é uma regra. E a exceção é saber que estar atualizado não é ficar com a bunda colada no sofá assistindo o mesmo telejornal retrógrado de sempre como de costume.

A internet é um canal que tem uma infinidade de bons portais (inclusive esse) nos quais se pode aprender como montar ou atualizar um currículo, como se portar diante de uma entrevista de emprego, como surgiu e como se encontra hoje em dia a empresa onde você almeja um cargo. E se você achar dificuldade em saber selecionar essas informações, garanto que achará o contato de alguém que possa lhe ensinar essas coisas.

“Ah, mais cobram por isso”. E você não cobraria? Talvez não o preço no qual lhe rendesse lucro financeiro, mas ao menos o mínimo que lhe proporcionasse manter seu anuncio como profissional nessa área nos canais de buscas garanto que iria – a não ser que você já tenha independência financeira e tenha adotado como missão de vida ajudar as pessoas no âmbito profissional com o rendimento de seus investimentos.

Pense e repense suas ideias. Mude sua visão de mundo se preciso for. Busque se tornar um ser humano melhor. Não espere que ninguém faça por você o que só você mesmo pode fazer por si. Procure colaboração e seja colaborativo. Doe seu tempo também e ajude pessoas. Tempo é vida. E temos que viver da melhor forma; sendo alguém melhor.


Fonte: Artigos Administradores / Os “reclamões” de plantão

Os comentários estão fechados.