Para vender mais, não pareça um vendedor

Para vender mais, não pareça um vendedor

Leia abaixo sete dicas fantásticas para crescer nessa carreira

A cada estação a moda tem mudado para acompanhar a mudança das pessoas. Assim como a moda e como as pessoas mudaram, a forma de vender também mudou muito.
Observe o que fazem a maioria dos vendedores que visitam você, causando impaciência e a espera de que ele vá embora, ou vontade de lhe dizer logo “muito obrigado, hoje não”. Observe a abordagem dos vendedores ambulantes. Porque você e milhares de pessoas não param quando eles o abordam na rua? 

Tudo isso tem uma explicação, e é simples, está na cara que eles são vendedores. E esta velha maneira de vender já não funciona mais, pelo menos não com tanta eficácia.
Todas aquelas técnicas que você já aprendeu em leituras, cursos e palestras, continuam sendo necessárias, porém é preciso fazer mais. Uma abordagem diferente, de forma mais amigável é um grande começo. Vai ter que deixar bem claro para o cliente que você está do lado dele, pensa como ele, e está querendo ajudá-lo (e realmente esteja querendo isso).

Jeffrey Gitomer, que já foi considerando o melhor vendedor do mundo, o melhor escritor e instrutor de cursos de vendas, e autor do best seller “A Bíblia de Vendas”, dizia que ficava louco quando um vendedor parecia vendedor.

A moda que as pessoas estão seguindo para vender mais é simples, e eu costumo falar em palestras de sete dicas fantásticas para você vender muito mais.

Faça sua a contagem regressiva para conquistar mais clientes:

7. Entenda do seu negócio, produtos ou serviços. Você sabe realmente para que seu produto serve? Em que ele vai ajudar o cliente? O que ele tem que a concorrência não tem? Quais as utilidades que seus produtos terão para o cliente? Uma TV não é somente para assistir filmes, novelas, jornais ou jogar vídeo games, é para divertir, entreter, unir a família, trazer momentos de alegria – ou seja – a felicidade para a vida das pessoas, isso e muito mais.

6. Entenda do negócio do cliente. Antes de oferecer seu produto saiba primeiro se o cliente tem a necessidade dele. O que o cliente faz? Como ele faz? Por que ele precisaria do seu produto? Em que vai ser bom pra ele? Em vez de você fazer a venda, faça o cliente querer comprar. Quando souber fazer isso, vá lá e faça a venda (Mas antes leia as outras dicas).

5. Saiba informações sobre o cliente e use-as. Jamais entre no estabelecimento de um cliente sem conhecer o negócio dele. Busque aprender o nome dele, assuntos que gosta de falar, o que gosta de fazer quando está de folga. Muitas coisas ficam bem claro antes mesmo de entrar na sala do cliente, por exemplo: um quadro com animais de estimação, uma foto dele segurando um peixe com orgulho e assim por diante. Durante a abordagem, além de chamá-lo pelo nome, uma dica é falar sobre um desses quadros.  Muitos profissionais sabem o aniversário do cliente e nunca ligaram para parabenizá-lo. aprenda a usar essas informações, o cliente vai gostar de saber que se importa com ele.

4. Estabeleça assuntos em comum. Muitas coisas que o cliente gosta, você certamente também gosta, descubra se você e o cliente tem algo em comum: time, lugar para se divertir, enfim, descubra algo em que vocês se identificam, até mesmo amigos em comum, que inclusive pode ser pesquisado no facebook, colocando o nome do cliente na rede, quem sabe ele tenha um perfil e ainda com vários amigos em comum.

3. Desenvolva um relacionamento. Quando estamos com um(a) amigo(a) enquanto fazemos compras, e pedimos a opinião sobre determinado produto, em quem confiaremos mais: no vendedor ou no(a) amigo(a)? Normalmente confiamos na pessoa que já temos um relacionamento, uma história. Procure desenvolver um relacionamento com seus clientes. 

2. Venda para ajudá-lo. O vendedor ultrapassado deixa evidente que ele quer é vender. O novo vendedor demonstra que quer ajudar o cliente. Para isso, ele procura entender bem o desejo ou necessidade do cliente e lhe diz como o produto o ajudará. Se necessário, ajudar significa até indicar a concorrência para o cliente que quer comprar um produto que você não vende. (Isso após ter tentando outra saída, como fazer o pedido do produto caso o cliente não tenha pressa). Sempre que possível, entre em contato para garantir que o cliente resolveu seu problema.

1. Nunca seja pego vendendo. Chega de blá blá blá. Ouça mais o cliente, instigue para que ele fale sobre si. Faça Perguntas (mas não deixe se tornar uma entrevista chata). A oferta do produto, ou o sinal que demonstre interesse por parte do cliente deve ser natural, e você precisa perceber o momento certo.
Lembre-se sempre – é melhor demonstrar que pode ser amigo do cliente tentando ajudá-lo a comprar, e não um vendedor faminto para mais uma venda fechar, mesmo que isso também seja a mais pura verdade. Sucesso e boas vendas!


Fonte: Artigos Administradores / Para vender mais, não pareça um vendedor

Os comentários estão fechados.