Pensamento: maior riqueza interior

Pensamento: maior riqueza interior

O pensamento como fator importante no trabalho, e na vida

“O grande desafio deste século: A construção do pensamento”.

“Da Grécia antiga só o pensamento sobreviveu intacto, os demais viraram ruínas”.

O que o século passado nos deu de presente foram as grandes conquistas na ciência e tecnologia, pois nunca em tão curto espaço de tempo se evoluiu tanto nestas áreas.

As ferramentas necessárias para que o planeta se adaptasse ao seu desenvolvimento foram se transformando da noite para o dia, e a cada instante, coisas novas e modelos novos se incorporaram à vida do ser humano. O conforto se tornou prioridade, assim, a grande maioria da população teve oportunidades da comunicação fácil e rápida, do deslocamento, de avanços em quase todas as áreas.

O culto ao corpo se tornou algo quase que imprescindível na vida, seu fator estético e saudável virou moda que a cada dia se renova dando mais beleza a forma e a longevidade.

No campo profissional, tem-se desenvolvido os modelos mais avançados na geração de produtividade, e caminhando para substituição da força bruta para o refinamento tecnológico e moral. Os desafios diários tem formado uma massa de: profissionais, artistas, cientistas e outros com características excepcionais.

Resumindo: o mundo nunca se exteriorizou tanto em todas as áreas do conhecimento humano.

Tudo isto é uma conquista fantástica, mas, com todas estas vitórias, a alma grita desesperadamente sufocada por coisas, e a sua essência fica em último plano.

Este século produziu mulheres e homens hábeis, porém, pobres de pensamento (com algumas exceções). Uma prova contundente deste fato é a inversão dos valores reais da vida, o caminho natural foi desviado para os caminhos dos interesses individuais ou de castas, as verdades sofreram suas mutações pelos mesmos interesses.

O mundo se tornou avançado e rico na matéria, vaidade, egoísmo e orgulho, e deixando de lado aquilo que alimenta a alma, e que a mesma carrega para a eternidade; valores e virtudes.

A riqueza interior é imperecível, as demais se desmancham no tempo e seguem a lei do transformismo.

O universo tem leis justas e perfeitas na qual o ser humano “deve” se aprofundar e se colocar dentro destas. Estas leis foram criadas para a sua evolução e felicidade.

Fazer as próprias leis é se ancorar na imperfeição que trai o próprio criador.

Observem a natureza que aparentemente trabalha por si só, e aprendam com esta. A sua funcionalidade é perfeita, segue uma economia de energia e matéria-prima, não há desperdício, e tudo se transforma num eterno equilíbrio.

Por que nós os seres mais avançados deste globo como vida, não poderíamos seguir o mesmo sábio exemplo?

Aqui não vai crítica a nada e a ninguém, apenas um chamado para o interior individual. O ser humano será e herdará sua construção íntima, as externas como foi falado, ficará onde é o seu lugar, na Terra ou na matéria transitória. Quanto a sua vida, você é o condutor da mesma, suas conquistas evolutivas só cabem a você.

Quanto à sociedade, esta será feliz através da somatória da evolução de cada indivíduo que a compõe.

A própria ciência prova que o nada não produz nada, assim, tudo que existe terá sua transformação e nunca a sua anulação, desta forma seria ilógico imaginar que uma vida seria única e final, esta também será um eterno transformar-se.

Plante valores, pois pela Matemática, colheras valores, se plantar o erro, colheras dores.

Nunca tome o seu ponto existencial como referência da trajetória histórica, tudo segue um ritmo ascensional e nada e ninguém está livre de ser feliz um dia.  A dor do momento é a mola que força o ser humano ao progresso, só assim, este pode demonstrar o seu potencial interno.

O trabalho é resultado do esforço individual e coletivo que plasma um mundo melhor, porém, este não é a finalidade, mas o meio em que o ser humano e a natureza se utilizam para seu crescimento.

A intuição será a próxima conquista na intimidade do ser humano, nesta nova fase a ser conquistada pelo esforço e lapidação íntima, o ser humano dará passos largos em sua evolução e no progresso do planeta.

É importante o ser humano se sutilizar como aparelho receptor do conhecimento, este que está dentro de seu próprio universo interior, esta será a grande conquista, pois, a felicidade não está fora, mas, mora dentro de cada um.

Repetindo:

 “O grande desafio deste século: A construção do pensamento”.

“Da Grécia antiga só o pensamento sobreviveu intacto, os demais viraram ruínas”.

O externo já avançou, falta o equilíbrio do interno.


Fonte: Artigos Administradores / Pensamento: maior riqueza interior

Os comentários estão fechados.