Pequeno Príncipe é adaptado para cordel

Pequeno Príncipe é adaptado para cordel

Contado em versos, como são contadas as histórias de cordel, a obra será lançada na quarta-feira

Clássico da literatura, o Pequeno Príncipe irá ganhar uma nova versão: dessa vez, em cordel. Com roupa diferente, que remete ao cangaço, e cenários áridos, “O Pequeno Príncipe em Cordel” foi adaptado pelo cordelista pernambucano Josué Limeira da obra de Antoine de Saint-Exupéry e ilustrada por Vladimir Barros.

A ideia, de acordo com Josué, paritu dele há dois anos. Experiente no mundo dos cordéis, ele primeiro adaptou apenas o início do livro. De acordo com o Jornal do Commercio, ao perceber que funcionava, o cordelista decidiu transfomar a narrativa da forma mais fiel possível.

“A gente conseguiu trazer Exupéry para o nosso quintal. Foi uma grande responsabilidade transpor isso, mas mantivemos a filosofia e poesia que ele botou no livro”, comentou ele. “É uma homenagem que Pernambuco e o Nordeste fazem a esse aviador e escritor fantástico”, completou Josué.

Contado em versos, como são as narrativas das histórias de cordel, a obra será lançada na quarta-feira (7), às 19h, no Paço Alfândega, em Recife (PE), pela editora Carpe Diem.


Fonte: Notícias Administradores / Pequeno Príncipe é adaptado para cordel

Os comentários estão fechados.