Pesquisa mostra que 12% dos empregadores domésticos já sofreram processo trabalhista

Pesquisa mostra que 12% dos empregadores domésticos já sofreram processo trabalhista

Levantamento ainda revelou que 69,6% dos empregadores consideram as domésticas como membro da família

Uma pesquisa realizada pela Idoméstica, aplicativo online para gestão desses profissionais, junto a 1.143 empregadores domésticos de todo o País – em especial os dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Minas Gerais – revela que 12% deles já tiveram de responder a processos trabalhistas movidos por empregadas.

Para o consultor do aplicativo, Alessandro Vieira, esse número deve aumentar com a entrada em vigor da Lei dos Domésticos, também conhecida como PEC das Domésticas. “Com essa repercussão da nova lei, as domésticas vão procurar saber mais sobre seus direitos e como reivindicá-los. Além disso, se o empregador não buscar orientação adequada para conduzir essa relação trabalhista diante de tantas novidades, poderá cometer erros que, posteriormente podem gerar uma ação trabalhista”, explica o especialista.

O levantamento revelou ainda que 69,6% dos empregadores consideram as domésticas como membro da família, fator que em muitos casos pode contribuir para futuras pendências na Justiça. “Isso ocorre, principalmente, quando o patrão se descuida das obrigações trabalhistas, acreditando que jamais aquela profissional tão próxima da família seria capaz de procurar a Justiça para reaver seus direitos”, afirma o consultor.

De acordo com a pesquisa, 30% dos patrões planejam adotar folha ou cartão de ponto para o controle da jornada e 67,6% são favoráveis às alterações trazidas pela PEC das Domésticas. Além disso, 82,2% afirmam que manterão seus empregados domésticos e apenas 5,9% pensam em demiti-los por incapacidade de arcar com os encargos. “Não se trata de exigir que, de uma hora para a outra, se transforme uma relação íntima e pessoal em estritamente profissional, mas que se cumpra corretamente a lei, para não ser surpreendido posteriormente pela sempre penosa intimação judicial”, destaca Alessandro Vieira. 


Fonte: Pesquisa mostra que 12% dos empregadores domésticos já sofreram processo trabalhista Pesquisa mostra que 12% dos empregadores domésticos já sofreram processo trabalhista

Os comentários estão fechados.