Plataforma dá brindes a quem ajudar empresas a elaborarem produtos

Plataforma dá brindes a quem ajudar empresas a elaborarem produtos

Em 2014, o administrador Martin Haag e a jornalista Priscilla Guimarães lançaram uma comunidade online voltada para o aperfeiçoamento e desenvolvimento de marcas, produtos e serviços

Na era da internet, a palavra “engajamento” virou ordem. Pensando no poder das ideias conjuntas, em 2014, o administrador Martin Haag e a jornalista Priscilla Guimarães lançaram uma comunidade online voltada para o aperfeiçoamento e desenvolvimento de marcas, produtos e serviços.

Na ComunidadeCriativa.Com, o trabalho começa com a seleção de pessoas para que o grupo de criação seja montado. Em seguida, eles reúnem consumidores para entender o que eles esperam do produto em construção. Esses insights tomam forma na fase do design e um processo de storytelling de seis meses do produto. As etapas de produção são interativas com direito a linguagem de game, com direito à acumulo de pontos e envio de prêmios para quem colaborou. Para explicar como funciona o projeto, o sócio da companhia Martin Haag conversou com o Administradores.com:

Como surgiu a ideia de criar a Comunidade Criativa?

A Comunidade Criativa surgiu de forma orgânica. Por um lado, a identificação dos sócios de que havia muita “energia” disponível. Uma sociedade em rede entende que o valor se forma a partir de uma participação combinada de diferentes agentes. Ou seja, quando muitas pessoas estão compartilhando conteúdos, e formando grandes painéis de histórias, o entendimento sobre um assunto tem muito mais qualidade. Por isso, é muito natural que também um produto de consumo possa ser resultado das contribuições de várias pessoas. O comportamento de colaboração está disponível. Por outro lado, recebemos a demanda de uma marca, que pediu para ter informações mais detalhadas junto aos usuários de produtos esportivos. Os sócios visualizaram então a oportunidade de colocar em pé uma ideia que já tinham, de desenvolver uma plataforma para apoiar a co-criação. A marca viu a oportunidade, e se tornou o primeiro cliente, ao longo do desenvolvimento do produto.

Poderia citar exemplos de trabalhos que surgiram a partir desse sistema de cocriação?

A Comunidade Criativa é uma plataforma. Seu desenvolvimento foi iniciado em 2014. Em pouco mais de 1 ano, foi feita a programação, e testado um primeiro projeto, de desenvolvimento de uma chuteira de futebol de salão. Esse case é muito interessante, pois envolveu jogadores amadores em todo o Brasil, e contou com grande interesse de colaboração. A empresa entendeu muito melhor vários aspectos do desenvolvimento.
Aprendizados:
– Em jogadores amadores, predomina o caráter técnico da decisão de compra, e o gosto não sofre grande influência de tendências de forma. Esses conteúdos podem reduzir a reputação do jogador no grupo.
– Existe admiração por grandes jogadores, estrelas do futebol, por parte do amador. Mas o endosso de um produto por um grande jogador tem pouca influência na avaliação de uso que o próprio jogador amador faz.
– Há grande interesse do consumidor em colaborar. Usuários entendem que aumenta a qualidade dos produtos e da sua experiência.
– Pesquisados se entendem perfeitamente como parte de uma cadeia de valor.
Neste momento, já iniciou um projeto com fabricante de calçados femininos, cuja marca será revelada em outubro. Está renovando o contrato com UMBRO, para outras linhas, e negociando com fabricantes de utilidades domésticas, e serviços hospitalares.

Como funciona o processo de criação, como o storytelling é trabalhado dentro da Comunidade?

A ideia de “contar uma história” é muito importante. Com uma história, a participação ganha sentido. Cada momento tem um propósito. E os membros estão envolvidos com o grande objetivo, de ao final, gerar algo novo. O storytelling é tornar a história desse desenvolvimento na história de superações. As tarefas, a comunicação com os membros, o próprio cronograma do projeto, está amarrado em torno dessa tarefa. Os membros não cumprem tarefas meramente mecânicas. Cada passo tem um propósito.


Fonte: Notícias Administradores / Plataforma dá brindes a quem ajudar empresas a elaborarem produtos

Os comentários estão fechados.