Plataforma divulga vagas para profissionais com mais de 50 anos

Plataforma divulga vagas para profissionais com mais de 50 anos

Maturijobs promove a conexão entre profissionais com mais de 50 anos a empresas que vem valor na troca de experiências diversas em ambientes corporativos cada vez mais homogêneos. Site foi lançado em maio e já tem 3 mil usuários cadastrados e 26 vagas ativas

Avó inspira criação de plataforma que recoloca profissionais com mais de 50 anos no mercado

Eles não se reconhecem como idosos, terceira idade ou melhor idade. Velhos? Nem pensar! O Brasil está entre os países que possuem as maiores taxas de envelhecimento populacional, e segundo projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano de 2025, o número de pessoas com 60 anos ou mais deverá aumentar em quinze vezes, enquanto a população total, em apenas cinco. São pessoas saudáveis, cheias de energia e vontade de descobrir novos caminhos. Para atender a essa demanda e inspirado por uma história pessoal de seu criado nasceu o Maturijobs. O site promove a conexão entre profissionais com mais de 50 anos a empresas que vem valor na troca de experiências diversas em ambientes corporativos cada vez mais uniformes (cujo quadro de funcionários muitas vezes não ultrapassa a faixa etária dos 30).

“Minha avó era super ativa, trabalhava, fazia serviço voluntário e por causa de uma queda teve que ficar em casa. Com isso, a saúde dela decaiu super rápido. Como negócio de impacto social, o site vem pra fazer com que essas pessoas tenham oportunidades e se sintam uteis, evitando problemas psicológicos e de saúde”, explica o engenheiro de softwares Mórris Litvak, fundador da plataforma.

O grande desafio é mostrar que é legal ter uma equipe intergeracional, que misture pessoas novas a outras mais velhas, com habilidades pessoais e profissionais valiosas como comprometimento e melhor relação interpessoal, que talvez uma equipe jovem mais técnica não tenha.

Lançado oficialmente em maio, o site já conta com 3 mil pessoas cadastradas e tem 26 vagas ativas. Há oportunidades para advogado, consultor para planejamento estratégico, engenheiro, farmacêutico e até para estagiar em uma aceleradora de startup.

O objetivo não é ser apenas uma vitrine de empregos para pessoas maduras, mas também integrar e promover um direcionamento através de cursos e eventos e conteúdo do blog, focado em trabalho na maturidade, reinvenção, ressignificação, empreendedorismo e busca de propósito.

E pra você que acha que a vida estaria resolvida a essa altura do campeonato, saiba que tem gente com 70 anos ainda querendo saber o que vai ser quando crescer. E isso é maravilhoso!

“Não tem limite, idade, para sonhar e querer fazer coisas novas”, afirma Morris.

Por enquanto, quase 80% da base de cadastrados é de São Paulo, mas a startup já está ganhando braços para ajudar na captação de usuários em outros estados e, futuramente, deve ir para fora do Brasil também.

O interualla apoia toda iniciativa que melhore a qualidade de vida das pessoas através do trabalho e da integração social. Estamos torcendo para que o Maturijobs cresça e apareça cada vez mais e ultrapasse as fronteiras nacionais.

 

O Brasil está entre os países que possuem as maiores taxas de envelhecimento populacional, e de acordo com projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano de 2025, o número de pessoas com 60 anos ou mais deverá aumentar em quinze vezes, enquanto a população total, em apenas cinco. Mas eles não se reconhecem como idosos, terceira idade ou melhor idade. Velhos? Nem pensar! São pessoas ativas, cheias de energia e vontade de descobrir novos caminhos. Para atender uma demanda cada vez mais crescente e inspirado por uma história pessoal de seu criador, nasceu o Maturijobs. O site promove a conexão entre profissionais com mais de 50 anos a empresas que vem valor na troca de experiências diversas em ambientes corporativos cada vez mais homogêneos (cujo quadro de funcionários muitas vezes não ultrapassa a faixa dos 30 anos).

“Minha avó era super ativa, trabalhava, fazia serviço voluntário e por causa de uma queda teve que ficar em casa. Com isso, a saúde dela decaiu super rápido. Como negócio de impacto social, o Maturijobs vem pra fazer com que essas pessoas tenham oportunidades e se sintam úteis, evitando problemas psicológicos e de saúde”, explica o engenheiro de softwares Mórris Litvak, fundador da plataforma.

O grande desafio é mostrar que é interessante montar uma equipe intergeracional, que misture pessoas novas e mais velhas, com habilidades pessoais e profissionais valiosas como comprometimento e melhor relação interpessoal. Lançado oficialmente em maio, o site já conta com 3 mil pessoas cadastradas e tem 26 vagas ativas. Há oportunidades para advogado, consultor para planejamento estratégico, engenheiro, farmacêutico e até para estagiar em uma aceleradora de startup.

O objetivo não é ser apenas uma vitrine de empregos para pessoas maduras, mas também integrar e promover um direcionamento através de cursos, eventos e conteúdo do blog, focado em trabalho na maturidade, reinvenção, ressignificação, empreendedorismo e busca de propósito. E pra você que achou que a vida estaria resolvida a essa altura do campeonato, saiba que tem gente com 70 anos ainda querendo saber o que vai ser quando crescer. E isso é maravilhoso!

“Não tem limite de idade pra sonhar e querer fazer coisas novas”, afirma Mórris.

Por enquanto, quase 80% da base de cadastrados é de São Paulo, mas a startup já está ganhando braços para ajudar na captação de usuários em outros estados e, futuramente, deve ir para outros países também.

* artigo publicado originalmente no interualla.co

** Para saber mais sobre o Maturijobs clique aqui


Fonte: Artigos Administradores / Plataforma divulga vagas para profissionais com mais de 50 anos

Os comentários estão fechados.