Por que homens e mulheres são tão diferentes?

Por que homens e mulheres são tão diferentes?

Você já passou por situações onde você não entendeu as atitudes de alguma pessoa do sexo oposto? Já teve desentendimentos por questões pequenas e não sabe como isso foi acontecer? Leia o artigo!

Você já passou por situações onde você não entendeu as atitudes de alguma pessoa do sexo oposto? Já teve desentendimentos por questões pequenas e não sabe como isso foi acontecer?

Vou apresentar três motivos importantes sobre por que homens e mulheres são tão diferentes. A terceira, sobre as diferenças na comunicação, para mim é a mais interessante.

Diferenças Genéticas

Nossa genética é adequada para uma realidade de 30 mil anos atrás. Nossos genes se adaptaram a centenas de milhares de anos para um mundo muito diferente desse que nós vivemos hoje.

Os homens possuíam melhores genes para sair e caçar, uma atividade mais solitária, e a mulher para ficar no mesmo local e coletar frutas e vegetais, uma atividade mais coletiva, de mais contato com outras pessoas.

O corpo feminino evoluiu para atender as demandas de carregar e cuidar de crianças e para apanhar plantas para comer, enquanto que o corpo masculino evoluiu para subir na hierarquia masculina, lutar por mulheres e prover carne para a família.

Os cérebros masculinos e femininos evoluíram para produzir comportamentos de forma a melhor atender essas diferentes pressões evolutivas.

Por conta disso, o cérebro feminino tem cerca de dez áreas a mais do que o do homem para avaliar o comportamento humano, por exemplo, o que torna a mulher mais eficiente para comunicar e para compreender a comunicação dos outros.

Por isso, as mulheres são melhores adaptadas para envolvimento social. Além disso, elas são mais cooperativas e são boas com detalhes.

Já os homens são bons com tarefas visuais-espaciais, matemáticas e são mais competitivos.

Uma curiosidade, como nossos genes se formaram há muitos milhares de anos, nós temos fobia facilmente de raios e trovões, aranhas e cobras, mas nosso cérebro não cria fobia facilmente de perigos mais comuns hoje em dia, como carros em alta velocidade.

Diferenças na Criação

Homens e mulheres tem experiências passadas diversas. Desde quando nascem, eles são tratados de forma diferente, conversam de forma diversa com as pessoas ao redor e acabam por desenvolver estilos diferentes.

As mulheres tendem a ter maior necessidade de envolvimento e o homem maior necessidade de independência, mas isso pode variar de pessoa a pessoa.

Entre as idades de cinco e quinze anos, quando as crianças estão aprendendo a conversar, elas brincam mais com amigos do próprio sexo. Sendo assim, eles aprendem diferentes formas de ter e usar a conversa.

Segundo a linguista Deborah Tannen, as meninas tendem a brincar em grupos pequenos ou em duplas. Suas vidas sociais costumam se centrar em uma melhor amiga, e amizades são feitas, mantidas, e quebradas através de conversas, especialmente “segredos”. Se uma menina conta o segredo de uma amiga para outra, ela pode se ver com uma nova melhor amiga. O segredo entre elas pode ou não ser importante, mas o fato de dizer é de toda importância. É difícil para novatas entrar nesses pequenos grupos, mas quando alguém é admitido é tratado como igual. Garotas gostam de jogar de forma cooperativa; se elas não podem cooperar, o grupo se desfaz.

Já os meninos, segundo a mesma autora, tendem a brincar em grupos maiores, frequentemente em espaços abertos e dedicam mais tempo fazendo coisas do que falando. É mais fácil um garoto ser aceito no grupo, mas nem todo mundo é tratado de maneira igual. Uma vez dentro do grupo, o garoto precisa manejar seu status lá dentro. Uma das maneiras mais importantes de fazer isso é através da conversa: demonstrações verbais como histórias e piadas, desafios. Suas conversas geralmente são sobre quem é melhor em que, competitivas.

Quando crescem, mulheres e homens mantém as atitudes divergentes e os hábitos que aprenderam quando criança, o que eles não reconhecem como atitudes e hábitos mas tomam como a maneira certa de falar.

Essas diferenças tanto de genética quanto de criação fazem com que homens e mulheres desenvolvam formas de comunicação muito diferentes, o que cria os problemas de comunicação.

Problemas de comunicação

Como seus diferentes estilos de conversação geram desentendimentos, homens e mulheres tentam resolve-los conversando. E ambos têm maneiras diferentes de fazer isso.

Como as maneiras e as compreensões são diferentes, tentar resolver muitas vezes faz com que o problema piore. Isso já aconteceu com você? Já tentou resolver um problema com alguém do sexo oposto e as coisas só pioraram com a conversa? Pois é, saiba que isso é perfeitamente natural!

As mulheres dão mais atenção à “forma de falar”, estilo de conversa, enquanto que o homem dá mais atenção à mensagem em si, a informação que está sendo passada. Essa é a principal causa de desentendimentos e brigas.

Por que as mulheres são mais ligadas às formas de falar? Porque elas são mais ligadas no envolvimento, ou seja, no relacionamento entre as pessoas, e é através da forma de falar que os relacionamentos entre as pessoas são estabelecidos e mantidos.

É através da forma de falar que uma pessoa transmite que se importa ou não com outra pessoa, por exemplo, e essas questões são muito importantes para as mulheres.

Uma vez que ela irá falar sobre a forma de falar e ele falará sobre a mensagem em si, nenhum dos dois ficará satisfeito com suas conversas, e terminarão aonde começaram, só que mais nervosos do que no início. E sem entender o outro.

Tannen apresenta um exemplo em seu livro onde uma mulher questiona ao marido “Por que você não me pergunta como foi meu dia? “, e ele responde, “se você tem algo a dizer, diga. Por que preciso perguntar antes? “.

A razão é que para ela, ao perguntar, ele vai estar demonstrando interesse através da “meta mensagem”: evidência de que ele se importa como foi o dia dela, independente de ela ter ou não o que dizer sobre o dia dela.

Já ele está preocupado com a mensagem em si, e nem repara na necessidade dela em sentir o interesse dele. Para ele, a conversa não serve para esse fim, mas para comunicar e informar somente.

Então, Tannen diz: “muitos homens honestamente não sabem o que a mulher quer e as mulheres honestamente não entendem porque os homens acham tão difícil de entender o que elas querem”.

Ao conhecer e entender essas diferenças, você reconhecerá mais facilmente como os problemas surgem e como evita-los (ou resolvê-los).

Você gostou dessas curiosidades? Quer saber mais sobre as diferenças entre homens e mulheres e de como você pode lidar com esses conflitos? Então cadastre-se em meu site ou canal do Youtube para receber mais informações em breve!

Você tem alguma curiosidade sobre o assunto que não foi tratado nesse vídeo? Tem alguma história para contar? Deixe seu comentário abaixo!

Abraços,

Alcides Maciel


Fonte: Artigos Administradores / Por que homens e mulheres são tão diferentes?

Os comentários estão fechados.