Por que não tiramos as ideias da cabeça?

Por que não tiramos as ideias da cabeça?

A maior parte das ideias que temos não saem da nossa mente, descubra as principais razões disso e como lidar com elas.

Acredito que você deve ser como a maioria das pessoas, quase toda a semana tem uma nova boa ideia. Pare e reflita um pouco, você está imerso em uma realidade, com seus desafios e adversidades, o que seguidamente denota possibilidades.

Outro ponto é a quantidade cada vez maior de iniciativas que acabamos conhecendo por meio das redes sociais, blogs e grupos de WhatsApp. Descobrimos oportunidades novas a todo o momento, pensamos sobre elas, como seriam no nosso ambiente, como seríamos em outros setores, como combinar nossos talentos a essas alternativas que não param de surgir.

De uma forma ou de outra, sua mente tem boas ideias… Mas, porque a maioria não sai para o mundo?!

Como trabalho há mais de cinco anos com fomento ao empreendedorismo e três totalmente focado em realmente ajudar as pessoas a conseguirem transformar suas ideias em realidade, essa questão sempre ficou latente na minha mente.

Resolvi fazer uma pesquisa e falar com mais de 100 pessoas sobre o assunto, conversar mesmo, entender as razões por quais grande parte das coisas que pensamos sobre negócios não colocam os pés no mundo.

Acredite, as pessoas me apontaram 43 motivos para isso! To falando sério, 43 considerações sobre porque não tiramos as ideias da cabeça… E detalhe, como as conversas eram sempre individuais, elas não sabiam das outras para pensar algo diferente, apenas falavam de suas percepções.

Portanto, em primeiro lugar perceba que é muito grande o número de coisas que podem nos impedir de efetivamente trazer um insight para a vida.

Mas, obviamente algumas delas se destacaram, algumas respostas tiveram mais força e angustiaram mais pessoas… Quero apresentar as três mais citadas para você em ordem.

1 – Medo de fracassar – A palavra medo foi a que mais apareceu, mas como eles podem ser vários, conforme as pessoas iam descrevendo, o maior de todos era do fracasso, dar errado.

2 – Não ter conhecimento suficiente – Incomodava muito não saber como fazer, não ter a clareza de como seriam os primeiros passos e construir aquela ideia.

3 – Medo de sair da zona de conforto – Essa nova realidade parece assustadora, sair de onde você sabe lidar com as coisas e tende a saber o que pode acontecer não é agradável.

Algumas outras respostas apresentaram muita força também, porém queria mostrar para você as 3 com maior número de pessoas incomodadas.

O grande ponto aqui é que se analisarmos elas, de um ponto de vista mais próximo, como profissionais de fomento ao empreendedorismo, elas não são tão assustadoras.

  1.       O fracasso faz parte de todos os processos da vida e lhe ajuda a chegar mais próximo de coisas importantes do que ficar parada.
  2.       O conhecimento é algo que sempre vamos adquirindo e não existe nenhuma forma de estar 100% pronta, mas sim de conseguir algumas boas bases para o que buscamos fazer.
  3.       A zona de conforto é apenas uma rotina muito estabilizada, que poderia ser melhorada, vidas melhores estão na próxima evolução e não na zona em que você está.

O ponto aqui é que não tiramos muitas vezes as ideias da cabeça por que não sabemos analisar adequadamente nossas razões, precisamos de novos pontos de vista.

Pensando nisso até vou fazer um hangout (convite aqui) sobre o assunto, contando em partes a pesquisa e mostrando um pouco desses pontos de vista para você.

De uma certa forma o que realmente vale dizer é que seus medos existem para muitas coisas, mas não podem lhe impedir de trazer suas ótimas ideias para o mundo. Imagine quantas pessoas podem estar precisando disso. Imagine como seria sua vida em trabalhar com algo assim. Imagine ver mais uma construção sua no mundo. Imagine dar um bom exemplo.

São tantas coisas boas que você pode fazer trazendo suas ideias para o mundo, que o medo deveria ser um coadjuvante e não o ator principal.  


Fonte: Artigos Administradores / Por que não tiramos as ideias da cabeça?

Os comentários estão fechados.