Por que sempre existirá a desigualdade social?

Por que sempre existirá a desigualdade social?

Artigo sobre o porquê de sempre existir a desigualdade social não só no Brasil, mas pelo mundo.

Desigualdade social é um tema muito explorado por pessoas públicas principalmente em época de eleições. Mas o que vem a ser desigualdade social? Resumidamente, pode-se dizer que é a diferença de renda entre uma população principalmente em países não desenvolvidos e subdesenvolvidos, onde não há equilíbrio no padrão de vida de seus habitantes. Nesse artigo, voltaremos para a desigualdade aqui no Brasil.

Seria possível acabar com a Desigualdade social na terra dos Tupiniquins? Provavelmente não. Um dos fatores que medem a qualidade de vida entre os povos é o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), que também inclui a renda per capita, mortalidade infantil, taxa de analfabetismo, expectativa de vida, e qualidade dos serviços públicos. Segundo pesquisas do IBGE, foi-se constatado que o Rio Grande do Sul é o estado com o melhor IDH do Brasil. Será por causa de sua homogeneidade entre seus cidadãos? Talvez. Sua população têm em sua maioria descendentes de alemães, mantendo um mesmo nível de educação entre si. Não acontece por lá, por exemplo, pessoas com uma menor condição social de outros estados migrarem para lá sonhando em ter uma vida melhor. Muito menos ricaços. Isso mantém seu IDH estável, já que sua população mantém os mesmos níveis de renda, educação e cultura.

Um outro fator que proporciona a desigualdade social é o livre mercado. Sim, você leu corretamente. Vamos às explicações: Vamos supor que de um dia para o outro, todos nós acordemos com a mesma conta bancária: do motorista de ônibus até o maior empresário ou banqueiro do país. Cada um tem o seu dinheiro e pode fazer o que quiser com ele, afinal temos liberdade para decidir o que fazer com ele, não? Aí então, você ouve pela rádio que sua banda musical favorita irá fazer um show e que irá custar R$50,00 o ingresso. Ao ir ver esse show, você estará colaborando para o aumento da desigualdade social, mesmo sem perceber, afinal não só você, mas as outras pessoas que foram e destinaram uma parte de sua renda para seu próprio entretenimento, estão concentrando a renda para a banda musical, os organizadores, etc. Ocorre também quando você compra aquele smarthphone que sempre quis ter, subtraindo seu capital por vontade própria para possuir seu objeto de desejo, mais uma vez proporcionando a concentração de renda à alguém.

Enfim, a desigualdade social sempre haverá, porque existirão pessoas como eu e você correndo atrás dos próprios objetivos, querendo dar uma melhor condição de vida para si e as pessoas que estão em sua volta. Alguns deixam sua terra natal e vão para outros lugares onde as oportunidades são maiores (aumentando a desigualdade social do lugar) mas isso não é ruim em sua totalidade: Onde há uma maior disponibilidade de recursos e oportunidades, há também maiores chances de melhorar a expectativa de vida.

Encerro esse artigo com uma notável frase do economista Glaeser: “A pobreza urbana não deveria envergonhar as cidades. As cidades não criam pobres. Elas atraem pobres. Elas atraem pobres justamente porque fornecem o que eles mais precisam – oportunidade econômica.”


Fonte: Artigos Administradores / Por que sempre existirá a desigualdade social?

Os comentários estão fechados.