Programa de mentoria: quais os benefícios em implantá-lo?

Programa de mentoria: quais os benefícios em implantá-lo?

Saiba porque líderes de RH estão implantando em suas organizações programas de mentoria. Dentre os principais atrativos estão a troca de conhecimento, experiências e o custo baixo, além de uma série de outros benefícios.

De uns tempos para cá, o termo mentoria, do inglês mentoring, tem se tornado corriqueiro em algumas organizações. A mentoria é um processo de vital importância para o desenvolvimento humano e profissional. É uma espécie de tutoria, onde um profissional mais experiente investe seu tempo e conhecimento no intuito de orientar e compartilhar com profissionais mais jovens e com menos experiência, vivências e conhecimentos que propiciarão o desenvolvimento de suas carreiras.

Aos profissionais mais experientes, dá-se o nome de “mentor”. Os mentores tem um papel fundamental de auxiliar o seu mentorado a seguir em frente com os seus objetivos de vida e de carreira. Ambas as partes envolvidas neste processo tem ganhos, uma vez que há uma troca de conhecimentos e experiências. O mentorado com auxílio de seu mentor tem a possibilidade de fazer uma reflexão sobre a sua trajetória profissional e identificar os seus pontos fortes e os que necessitam ser aprimorados. Após essa análise, geralmente são discutidas ações que irão promover o autodesenvolvimento do mentorado de forma a aproveitar o seu potencial da maneira mais adequada. 

Alguns líderes de RH atentos a disseminação desta prática, tem implantado em suas organizações programas de mentoria vislumbrando obter resultados de curto à médio prazo. Dentre alguns benefícios para as empresas ao implantar este tipo de programa, pode-se citar: a retenção e desenvolvimento de talentos; o melhor entendimento da missão, cultura e gestão da organização; o fortalecimento das relações entre liderança e liderado; o desenvolvimento de novos líderes e sucessores; a criação de um ambiente propício a educação continuada através de uma liderança orientadora; e, o baixo custo, uma vez que implantado o programa, exigirá em maior quantidade a dedicação em horas de trabalho do mentor.

Para os gestores de uma empresa que assumem o papel de mentor há uma motivação proveniente da valorização de suas experiências que poderão ser multiplicadas para outros profissionais. Consequentemente a autoestima destes funcionários em posição de liderança aumentará e influenciará diretamente para um clima organizacional mais favorável e voltado para a obtenção de resultados cada vez mais positivos. Porém, é importante enfatizar que o programa de mentoria é bastante diferente de um programa de coaching, também bastante disseminado e implantado com o passar dos anos nas organizações.

Cabe ressaltar que o coaching é uma prática que objetiva o desenvolvimento de competências e habilidades para o alcance de determinados resultados. O profissional que conduz este processo é chamado de coach, da tradução “treinador”. Um coach, diferentemente de um mentor, não necessitará de experiência em determinada área de atuação, bem como, não irá propor soluções para problemas ou inquietações no âmbito da carreira. No coach, o orientado, chamado de coachee,  precisa ser direcionado através de técnicas específicas a obter os resultados que almeja, uma vez que o pressuposto deste processo é que o coachee já possua as respostas e soluções que necessita.


Fonte: Artigos Administradores / Programa de mentoria: quais os benefícios em implantá-lo?

Os comentários estão fechados.