Quase todos os perfis femininos no Ashley Madison eram falsos

Quase todos os perfis femininos no Ashley Madison eram falsos

Levantamento foi feito pelo site Gizmodo, que também mostrou a disparidade entre perfis reais de homens e mulheres

Desde que a rede social de relacionamentos para pessoas comprometidas Ashley Madison teve seu banco de dados invadido por hackers, o escândalo que envolve milhões de usuários só se agrava. Além de inseguro, o site é uma farça. Foi o que revelou o site Gizmodo, que realizou um levantamento dos perfis femininos cadastrados na rede e descobriu que 95% deles são falsos.

Segundo os dados informados, a desproporção entre perfis masculinos e femininos no site era evidente, sedo 31 milhões de homens cadastrados para 5,5 milhões de mulheres — que, destas, apenas 12 mil eram verdadeiras. A falta de segurança do Ashley Madison podia ser notada desde o cadastro, já que, diferentemente de outras redes sociais, não fazia a verificação de e-mail do usuário.

Histórico

A ideia oferecida pelo Ashley Madison era oferecer um ambiente virtual seguro e sigiloso para que pessoas comprometidas tivessem relações extraconjugais. Desde julho os hackers ameaçam tornar público os dados de usuários de todos os locais do mundo e, na semana passada, uma parte dos dados roubados foram divulgados. Só em São Paulo, quase 375 mil usuários tiveram suas contas invadidas.

 


Fonte: Notícias Administradores / Quase todos os perfis femininos no Ashley Madison eram falsos

Os comentários estão fechados.