Quatro dicas para planejamento financeiro na busca de crédito pessoal

Quatro dicas para planejamento financeiro na busca de crédito pessoal

De acordo com estudo divulgado pelo IPEA, em 2015 mais de 50 milhões de brasileiros estão endividados

Nesses casos, utilizar o crédito do cheque especial ou o rotativo do cartão de crédito pode parecer uma solução mais rápida e acessível, mas não é a mais barata. As taxas médias de juros dessas modalidades podem chegar até 247% e 395% ao ano, respectivamente, de acordo com as taxas divulgadas pelo Banco Central em julho de 2015.

Por isso, seguem quatro dicas para ter uma posição mais proativa em relação às suas dívidas e, assim, garantir melhores opções para obter crédito.

1) Avalie sua necessidade

Às vezes, parcelar, deixar de pagar a fatura total do cartão de crédito ou entrar no cheque especial não é totalmente necessário, ou acaba sendo apenas um “deslize”. Assim, é indicado analisar suas finanças e verificar onde seu dinheiro está sendo gasto. Em alguns casos, há despesas que podem ser cortadas no orçamento para não cair em taxas de juros mais abusivas.
Se, mesmo assim, sua conta for entrar no negativo, busque por melhores soluções para lidar com as dívidas como, por exemplo, o crédito pessoal.

2) Conheça as linhas de crédito disponíveis

Pesquise antes de tomar um empréstimo. Atualmente, existem diversas opções mais vantajosas para obter crédito do que os empréstimos pessoais oferecidos pelos bancos tradicionais. O crédito consignado (com desconto em folha de pagamento) e o crédito oferecido em plataformas on-line praticam taxas de juros mais baixas, por exemplo. Vale a pena considerar essas novas modalidades na hora de obter um empréstimo.

3) Ao contratar um empréstimo ou financiamento, verifique todas as taxas, imposto e tarifas envolvidas

Antes de fechar um contrato para empréstimo ou financiamento, é importante verificar se será cobrada alguma taxa adicional que não foi especificada anteriormente. Dessa forma, sempre procure saber o valor do CET (Custo Efetivo Total, que é a taxa final dessa operação de crédito).

Além disso, é fundamental ler o documento (contrato de empréstimo) com atenção e verificar se os valores e as condições de pagamento são os mesmos que foram combinados com a instituição.

4) Planeje antes de adquirir um bem ou realizar um sonho

Planejamento financeiro é essencial, seja qual for o motivo de empréstimo (transferência de dívidas, aquisição de bens, viagem, casamento, decoração ou reforma de casa), pois caso não calcule bem o valor exato do empréstimo, há grande chance de solicitar um valor acima ou abaixo do necessário. Assim, haverá possibilidade de dever mais dinheiro que o necessário, ou não conseguir o suficiente para atingir o objetivo.

Marcelo Ciampolini é fundador e CEO da Lendico Brasil, plataforma online para empréstimos pessoais


Fonte: Notícias Administradores / Quatro dicas para planejamento financeiro na busca de crédito pessoal

Os comentários estão fechados.