Que tal ter ação ao invés de preocupação?

Que tal ter ação ao invés de preocupação?

Dedicar tempo para se preocupar é uma estratégia que muitas pessoas utilizam, mas infelizmente, com isso, um tempo importante é desperdiçado

Dedicar tempo para se preocupar é uma estratégia que muitas pessoas utilizam, mas infelizmente, com isso, um tempo importante é desperdiçado.

Quando uma pessoa começa a se preocupar, algo importante acontece no cérebro: ele ativa experiências que fomentam mais preocupações. Assim, o cérebro cria cenários de uma realidade distorcida e, produz possibilidades que geram mais angústia do que soluções.

Reconhecendo isso, seria muito útil utilizar essa capacidade do cérebro para reconhecer o cenário e criar soluções. Afinal, o cérebro pode construir cenários quando você pensa e, se a qualidade do pensamento for diferente, o resultado será diferente!

Quando uma pessoa se preocupa, existe uma ausência de percepção para o presente e para o que acontece no “aqui e agora”.

Ficar com o foco de atenção no presente é a melhor forma de construir um futuro. Só o presente pautado em boas decisões constrói um futuro promissor.


Fonte: Artigos Administradores / Que tal ter ação ao invés de preocupação?

Os comentários estão fechados.