Real desvalorizado e a crise econômica já reduzem em 20% o número de empresas importadoras

Com a crise econômica que o País atravessa, e seus múltiplos reflexos na atividade produtiva, somada à valorização do dolar frente ao real, no primeiro trimestre do ano registrou-se uma queda significativa no número das empresas brasileiras que realizaram operações de importação.

Depois de atingir o total de 28.362 empresas de janeiro a março de 2015, esse número caiu para 23.904 companhias em igual período deste ano. Retração igualmente expressiva foi verificada no valor das importações realizadas por essas empresas. Ano passado, o total importado por elas foi de US$ 48,325 bilhões e este ano o valor das importações caiu para US$ 38,186 bilhões.

De acordo com dados fornecidos  pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Comexdobrasil.com, apenas 35 dessas 23.904 companhias realizaram importações acima de US$ 100 milhões. Elas correspondem a apenas 0,15% de todas as importadoras brasileiras e suas compras no exterior atingiram o montante de US$ 11,135 bilhões, equivalentes a 34,60% do total das importações realizadas pelo País.

A faixa das empresas com importações entre US$ 50 milhões e US$ 100 milhões contou com 32 companhias, ou 0,22% do total. Juntas, elas importaram produtos no total de US$ 3,674 bilhões (11,41% do total importado pelo Brasil).

Com importações entre uS$ 10 mihões e US$ 50 milhoes aparecem 380 empresas (1,59% do total). Suas importações somaram US$ 7,850 bilhões, uma fatia de 24,39% das importações brasileiras globais.

De acordo com os dados da CNI, 374 empresas (1,56% do total das companhias importadoras) adquriram produtos na faixa de US$ 5 milhões e US$ 10 milhoes. O total por elas importado foi de US$  2,618 bilhões, correspondenre a 8,13% das importações do País.

Já a faixa entre US$ 1 milhão e US$ 5 milhões foi integrada por um total de 1.979 empresas (8,28% do total). Em seu conjunto, importaram mercadoriasno  montante de US$ 4,327 bilhões, correspondentes a 13,44% de tudo o que o País importou nos três primeiros meses do anos.

Segundo a CNI, a maior concentração numérica de empresas aconteceu na faixa de até US$ 1 milhão em importações. Dela constam 21.084 empresas (88,20% do total). Mas, apesar do número elevado, esse conjunto de companhias teve uma participação modesta no volume importado pelo Brasil nos três prieiros meses do ano, com apenas US$ 2.583 bilhões e 8,02% das importações brasileiras.

 

 

Matéria: https://www.comexdobrasil.com/crise-economica-e-real-desvalorizado-reduzem-em-20-numero-das-empresas-importadoras-no-pais/

O post Real desvalorizado e a crise econômica já reduzem em 20% o número de empresas importadoras apareceu primeiro em Novo Empreendedor.


Fonte: Novo Empreendedor / Real desvalorizado e a crise econômica já reduzem em 20% o número de empresas importadoras

Os comentários estão fechados.