São Paulo é a incubadora de projetos colaborativos do Brasil

São Paulo é a incubadora de projetos colaborativos do Brasil

Mapeamento inédito feito pelo Movimento Cidade Colaborativa aponta 100 projetos de compartilhamento disponíveis só na cidade de São Paulo

É cada vez mais comum ouvir histórias sobre alguém que já compartilhou casa, carro, livros, roupas e até local de trabalho com desconhecidos. A troca de experiência, de vivências e a obtenção de produtos ou serviços por meio de pessoas comuns e não empresas ou fornecedores é a força motriz da economia colaborativa, que já deixou de ser apenas uma tendência para entrar de vez na nossa vida.

De acordo com o mapeamento inédito feito pelo Movimento Cidade Colaborativa, só a cidade de São Paulo conta com 100 projetos de compartilhamento disponíveis. As ações foram organizadas em 10 categorias: cultura (15), mobilidade (13), consumo (11), serviços (10), trabalho e coworking (10), educação (9), meio ambiente (8), alimentação (6), moradia (5) e ONGs e poder público (13).

Um cruzamento feito no Facebook entre cada um desses projetos revelou um alcance de quase 15 milhões de pessoas no total. Este valor diz respeito ao número de curtidas nas páginas das ações em destaque e mostra o quanto a população está envolvida em algum grau com a proposta colaborativa.

Veja os números da economia compartilhada no gráfico abaixo:

Fonte: Market Analysis

Fonte: Market Analysis

Dos 100 projetos listados, os campeões de engajamento na rede são: Geekie (3 milhões), Enjoei.com (2,5 milhões), Uber (2,4 milhões), Airbnb (2 milhões) e Wase (1,3 milhão). Juntos, eles somam 11,2 milhões de manifestações positivas.

Texto publicado originalmente em interualla.co


Fonte: Artigos Administradores / São Paulo é a incubadora de projetos colaborativos do Brasil

Os comentários estão fechados.