Se você vai tentar, talvez precise sofrer um pouco mais

Se você vai tentar, talvez precise sofrer um pouco mais

O que o leva a pensar que fazendo o que sempre fez isso lhe trará um resultado diferente. Em tempos difíceis isso é verdade só que o resultado é altamente negativo, se isso não lhe interessa qualifique-se

O que o leva a pensar, que fazendo o que sempre fez vai conseguir um resultado diferente, isso não só parece como é completamente incoerente.

Tem uma empresa há algumas décadas ou vamos reduzir isso a uma dúzia de anos, sua empresa sempre foi muito bem, mas agora a crise chegou. Será? E foi a crise que chegou ou o seu despreparo que está gerando uma crise particular? Demos um curso de Revenue Management em 2011, eu disse aos participantes que final de 2014 início de 2015 iria iniciar uma crise relativamente séria que vai começar a melhorar, talvez seja correto o termo “ficar menos pior” na melhor das hipóteses em 2017, muitos deles me ligaram no começo do ano passado perguntando como eu sabia, bem 40 anos de mercados ajudam muito. Mas, saber que uma crise existe ou vem é muito bom, nos prepara para a enfrentar, porém há quem ache… (sei lá o que) e claro esses vão ter sérios problemas, mas uma coisa é certa se você continuar a fazer o que sempre fez os seus resultados vão piorar muito já que o mercado requer outro tipo de configuração, então prepare-se.

Porque você não procurou ajuda de um especialista e aqui falo de especialistas e não daqueles que se dizem especialistas até arrumar um novo emprego depois passam a experiência e voltam para a rua…. Fazer mais do mesmo, nada, ou coisas que não levam a nada. Mas, calma se você não procurou ajuda especializada ou a acha cara e isto significa a diferença entre o lucro e o prejuízo é porque você ainda não perdeu o suficiente.

Tenho consultas, ou tive, com tempo hábil de pessoas com mais de 20 Anos de mercado com empreendimentos espetaculares e cada vez que eu falava com eles ou os encontrava em algum lugar diziam: Sr. Rui preciso ver um período para o senhor fazer um trabalho para nós, a última vez já fazem dois anos, só que faz mais de um que eles fecharam, mas eu avisei na última conversa eu isso iria acontecer eles não teriam mais 4 meses para manter o Hotel aberto. Fecharam para reforma, não, por incompetência falta de conhecimento aliado ao orgulho de não querer admitir que não eram capazes.

Algumas vezes há pessoas que não perdem o contato e dizem “acho que vou precisar do Senhor, mas vou tentar… e normalmente partem para os especialistas de plantão neste caso na área de Marketing, não dá certo, e quando dá o resultado é positivo para os concorrentes, a maioria dos hotéis que precisa aumentar a ocupação acha que isso se faz colocando mais gente para dentro, só que isso não é bem assim esse cliente nunca vira hóspede, e o Hospede para quem sabe é possível fidelizar, o cliente é “volátil” ele muda a toda a hora, e com o seu problema não era ocupação era rentabilidade, aquela diferença interessante – entre custo e receita – o seu problema persiste e acaba sempre do mesmo jeito o fim do Hotel… Ou passa-lo para as mãos de oportunistas, leia-se “grandes administradoras” que pagam uma “merreca” pelo seu empreendimento e têm lucros os quais você nunca vai ver. Recebe pelo trabalho de uma vida, uma esmola que com sorte ainda vão tirar-lha pois os contratos estão feitos para isso.

Não espere, não entre em conversas de curiosos, quem sabe faz, quem não sabe tenta e é sempre muito mais barato 100 para quem lhe proporciona 500 do que 50 para quem com o tempo vai pegá-los de volta com juro e correção. O profissional que se prese tem sua remuneração expressiva em cima de comissões sobre resultados e não sobre os famosos “aportes” nunca devidamente explicados.

Acreditem tentar tenta quem não sabe, quem sabe faz acontecer, não existe nenhuma empresa melhor para enfrentar crise que um Hotel devidamente estruturado assim como – não há Hotéis que não deem lucro, há hotéis mal administrados.


Fonte: Artigos Administradores / Se você vai tentar, talvez precise sofrer um pouco mais

Os comentários estão fechados.