Será que somos evoluídos?

Será que somos evoluídos?

A ciência diz que somos evoluídos. Será?

De acordo com a ciência, nós, seres humanos, somos animais racionais, evoluídos. Nos adaptamos ao ambiente com mais facilidade e rapidez que os demais seres vivos e, por tal característica, “dominamos” o planeta.

Gostaria de ressaltar uma parte do parágrafo anterior: “[…] nós, seres humanos, somos animais racionais, evoluídos”. Será? Segundo o Dicionário Escolar da Língua Portuguesa, Racional significa: 1. Dotado de faculdade de raciocínio; 2. Que se fundamenta na razão e no raciocínio; 3. Que é razoável, coerente, lógico, inteligente; 4. Que denota bom senso ou juízo. Já Evoluído, significa: 1. Que sofreu evolução; 2. Diz-se de pessoa sem preconceitos, arrojado, moderno.

Não se pode negar que graças à evolução e, consequentemente, ao raciocínio, fomos capazes de criar coisas que nos permitiam viver de forma confortável no ambiente. Graças ao raciocínio, levantamos construções maravilhosas, inventamos coisas consideradas impossíveis de existir e resolvemos problemas considerados insolucionáveis. Sim meus caros leitores, nós somos capazes de fazer tudo.

Nós somos capazes de fazer TUDO.

Nesse momento, peço a você que volte e releia o segundo parágrafo deste texto e observe cada palavra com muita atenção. Releu? Ótimo! Prossigamos, então.

Olho para a nossa história através dos séculos e vejo que NÃO EVOLUÍMOS EM NADA. Desde os primórdios da humanidade, nós, seres “racionais e evoluídos”, vivemos num mundo cercado de pessoas que querem ter o seu ego massageado, que desejam que suas vontades sejam realizadas. E é por pura arrogância que nos matamos ao longo do tempo. Não acredita? Darei alguns exemplos.

Por volta de 431 a 404 a.C., Espartanos e Atenienses iniciaram um conflito pela soberania do território grego, evento conhecido como “Guerra do Peloponeso”. Depois de 30 anos de batalhas, Esparta vence Atenas e assume o comando da Grécia. Entretanto, eles pouco ficaram no poder, pois os macedônicos se aproveitaram do enfraquecimento causado pelo conflito interno para expandir seu território sobre as terras gregas.

Para satisfazer a nobreza, que queriam mais ouro dos povos latino-americanos, os espanhóis reduziram a população nativa da região de 80 milhões para 8 milhões em um século e meio, numa política intitulada pelo Frei Bartolomeu de Las Casas de “La espada, La cruz y El hambre” ( A espada, a cruz e a fome). Se não conheces o significado destas palavras, sugiro uma rápida pesquisa na internet.

Como último exemplo, citarei a Guerra Fria, período pós Segunda Guerra Mundial, onde Estados Unidos e União Soviética faziam de tudo para conseguir o título de “Maior Potência Mundial”, tudo, mais uma vez, para satisfazer egos.

Mas será que o mundo mudou ao longo do tempo? Será que as pessoas mudaram? Será que NÓS mudamos?

Olho ao redor com lágrimas nos olhos e vejo escuridão, uma escuridão onde existem, de fato, alguns pontos de luz, mas ainda tão insignificantes que mal se consegue vê-los.

Hoje somos ainda PIORES. Pessoas morrem por intolerância religiosa, por pensarem diferente, por causa da cor da pele, pela opção sexual, por inveja, por ciúmes, por maus tratos e, acreditem, por míseros DOIS REAIS.

Aonde vamos parar? Olho em volta e vejo pessoas que abaixam a cabeça para esses acontecimentos e fingem que não é problema deles. CLARO QUE É! A sociedade é NOSSA, e cabe a nós lutar pela verdadeira evolução do ser humano!

Não estou aqui para me apegar a um ou dois tipos de mudanças específicas, mas sim da mudança geral, da mudança que faça jus a sermos chamados de seres racionais e evoluídos! E temos que agir agora, com pequenos gestos, pois é de baixo que se começa.

Eu anseio por uma união de gerações em prol da mudança de atitude e de pensamento do ser humano, pois, caso não ocorra, seremos tomados pela escuridão da arrogância. E, uma vez nela, fica muito difícil encontrar um feixe de luz.


Fonte: Artigos Administradores / Será que somos evoluídos?

Os comentários estão fechados.