Seu marketing pode ter virado "démodé" e você nem sabe

Seu marketing pode ter virado “démodé” e você nem sabe

Hoje vemos que esse tipo de publicidade explícita, que visa simplesmente empurrar o produto goela abaixo do cliente está com os dias contados!

“Vamos falar de coisa boa, vamos falar da filmadora mais vendida do Brasil?” ou “pamonha, pamonha fresquinha, o puro sabor do milho, vai querer?”. Isso te lembra alguma coisa? Parece familiar? Pois é…

Claro ! Não vou dizer que não foi eficiente, na maioria das vezes foi eficaz para conquistar a mente do consumidor.

Principalmente na década de 50, quando a TV começou a fazer parte da rotina das casas brasileiras,  esse processo de vendas era “usual”. A única coisa que se sabia sobre determinado produto/serviço era o que dizia naquele break de 30 segundos e  diante disso podemos perceber o quanto as informações eram limitadas, não é mesmo?

E hoje vemos que esse tipo de publicidade explícita, que visa simplesmente empurrar o produto goela abaixo do cliente está com os dias contados!

Mesmo que a Internet esteja aí ditando os novos cenários, muitos empresários acreditam que seus negócios podem sobreviver com estratégias obsoletas. Acabou o tempo onde o investir apenas em TV e outdoor funcionava para todo mundo.  Fato é que não existe mais receita de bolo, ou qualquer formula milagrosa para obter os resultados.

Eis que surge o novo marketing

“À medida que o ritmo de mudança acelera, as empresas não podem mais confiar em suas antigas práticas de negócios para manter a prosperidade.” Philip Kotler”

Segundo Kotler uma organização bem sucedida é aquela que se mantém atual, que sabe quão importante é se renovar e que entende que o relacionamento com o público deve acompanhar os progressos, sobretudo os tecnológicos. O mercado, definitivamente,  não é o mesmo de 10 anos atrás e o atual tampouco será o mesmo do de daqui a 2, isto por que as mudanças acontecem cada vez mais rápido.

E diante de tudo isso entendemos que  o consumidor de hoje tem o poder de moldar a publicidade, são bem informados sobre determinado produto ou serviço, tem acesso abundante a conteúdos,  vivem conectados “full time” na internet, nas redes sociais através de seus smartphones,  pedem recomendação, e por ai vai…

Nesse novo marketing estamos voltados para os valores em vez de tratar as pessoas como consumidores apenas, tratamos como humanos plenos, com anseios, preocupações e aspirações. Não mais como meros compradores apenas.

É vislumbrando este lado humano e investindo em conteúdo que tem haver com target, criar experiências, relacionamento que será o caminho para atraí-los mais e fazer com que busquem informações sobre sua marca.

Em outras palavras, devemos repensar a forma de chegar até o consumidor, é preciso produzir uma  discussão relevante, educar os clientes, relacionar-se diretamente com eles, entender o que buscam e tentar acabar com seus “sofrimentos”

E você tem explorado o novo marketing?  Não esqueça, ele não é apenas uma tendência. Ele é uma realidade, cada vez mais presente em nosso contexto!  Está preparado para adotá-lo?


Fonte: Artigos Administradores / Seu marketing pode ter virado “démodé” e você nem sabe

Os comentários estão fechados.