Sua empresa vai bem? 6 indicadores para avaliar como vai sua empresa

Sua empresa vai bem? 6 indicadores para avaliar como vai sua empresa

Com o corre-corre do dia a dia nem sempre é possível tirar um tempinho e olhar para a empresa como um todo, identificando como ela está e no que é preciso melhorar. Apesar de parecer difícil no começo, esse hábito pode se tornar mais simples a cada dia e com o tempo você perceberá que é indispensável para garantir que sua empresa continue saudável e crescendo

Com o corre-corre do dia a dia nem sempre é possível tirar um tempinho e olhar para a empresa como um todo, identificando como ela está e no que é preciso melhorar. Apesar de parecer difícil no começo, esse hábito pode se tornar mais simples a cada dia e com o tempo você perceberá que é indispensável para garantir que sua empresa continue saudável e crescendo.

Mas o que medir? Como avaliar? O que é preciso saber e acompanhar?

Essas são algumas perguntas que muitos gestores se fazem e nem sempre encontram a melhor resposta. Alguns medem muitas coisas, outros deixam de lado aspectos importantes e muitos acabam não medindo nada…

Claro que cada negócio é diferente do outro e não existe fórmula mágica para gerenciar uma empresa. Se fosse simples assim bastaria seguir uma receita pronta que tudo estaria resolvido. Mas apesar das diferenças, existem algumas características que são comuns à maioria das empresas e que são de vital importância para avaliar sua saúde e garantir que ela continue assim por muito tempo.

É importante que seja definido um número de indicadores que seja capaz de mostrar uma fotografia da empresa. Esse número não pode ser muito alto, evitando que a empresa caia em preciosismos ou deixe de lado o seu negócio principal. Também não pode ser tão baixo a ponto de não identificar onde estão os problemas. Dentre os indicadores a serem medidos cito abaixo alguns que considero indispensáveis para qualquer empresa:

  1. Lucratividade/Margem de lucro

Esse indicador define qual o percentual de lucratividade da empresa e pode ser obtido através da fórmula lucratividade = lucro líquido/receita total * 100. A lucratividade ideal depende de diversos fatores, entre eles o retorno desejado pelos sócios, o setor que atua, quanto o mercado está disposto a pagar, entre outros. Para tomarmos como exemplo, a média de lucratividade esperada do comércio gira em torno de 4% e de serviços em torno de 20%, mas são apenas parâmetros gerais, cada negócio deve ser avaliado individualmente. Atenção para a diferença entre lucro e disponibilidade de caixa. O que sua empresa tem no saldo de caixa no final do mês na maioria das vezes é muito diferente do lucro obtido.

  1. Crescimento do Faturamento

É importante medir o crescimento de faturamento da empresa, comparando-o ao ano anterior. Uma empresa, para ser considerada estável, precisa ao menos crescer na mesma proporção da inflação acumulada no mesmo período. Crescendo nessa proporção, não terá aumentado nem diminuído seus resultados, apenas mantendo-os. Um crescimento acima da média do setor onde atua, é um forte indicador de que a empresa conquistou espaço em seu mercado, pois teve um crescimento maior que a média de sua concorrência.

  1. Saldo de caixa

A lucratividade indica qual o percentual sobre a receita a empresa obteve de lucro, mas não necessariamente essa lucratividade estará disponível em caixa. Por isso é importante acompanhar, além da lucratividade da empresa, sua disponibilidade de caixa ao final de cada mês. Esse acompanhamento deve se ater não só aos meses passados (realizados) como também às previsões de caixa futuras.

  1. Satisfação de clientes

Uma gestão baseada apenas na análise de números financeiros e organização interna não terá resultado nenhum se o seu cliente não estiver satisfeito. Medir periodicamente essa satisfação, através de uma pesquisa curta e objetiva, não só lhe mostrará o índice de satisfação como também poderá lhe oferecer importantes informações sobre as percepções e necessidades do seu cliente.

  1. Satisfação da equipe

Um cliente satisfeito continua comprando de você, mas uma equipe satisfeita garante a qualidade de tudo o que é entregue e através da sinergia e motivação de todos acaba por encantar seu cliente. Mantenha sua equipe feliz e motivada que os resultados vêm como consequência.

6. Produtividade e retrabalho

De nada adianta estar com a organização financeira em dia, com as vendas em alta se o índice de produtividade estiver baixo ou retrabalho alto. Índices fora dos padrões significam aumento de custos e perda da margem de lucro. Esse índice reflete a qualidade dos processos e da equipe e nunca deve ser deixado de lado.

Além desses alguns outros também são relevantes, como por exemplo volume de vendas e curva ABC de clientes. É importante avaliar cada negócio e entender quais são necessários para o momento que a empresa se encontra.


Fonte: Artigos Administradores / Sua empresa vai bem? 6 indicadores para avaliar como vai sua empresa

Os comentários estão fechados.