Sua vez de ser bambu

Sua vez de ser bambu

O bambu não quebra na tempestade, pois é flexível. E você?

Provavelmente você já deve ter recebido algumas analogias ou ditados sobre o bambu.

Realmente esta planta é capaz de nos ensinar bastante se levarmos os seus aspectos físicos e de sobrevivência na natureza.

Os mais famosos conceitos e talvez os mais perceptíveis mencionam o tanto que esta planta é flexível e resistente. Podemos em muitos artigos verificar que o Bambu é capaz de envergar sua ponta até o chão e não sofrer qualquer deformação com isso. Como também podemos saber através de estudos que é resistente a qualquer temperatura que a natureza oferece.

Podíamos ficar por aqui que já seria suficiente para analisarmos muitos parâmetros em relação ao ser humano e tirarmos lições que nos serviriam de embasamento em relação a convivência.

Em relação a sua flexibilidade, poderíamos mencionar o quanto as pessoas que estão à frente de equipes necessitam deste recurso para manter o grupo unido e com os mesmos interesses em comum.

Não são poucas as vezes que o Líder tem que administrar vontades diversas e guerras de vaidades para fazer com que os seus projetos andem em harmonia. Quem já não teve dentro de suas equipes pessoas querendo disputar com outras, umas querendo ser as mais reconhecidas e outras querendo levar o mérito sobre as atividades executadas?

E o líder precisa ser muuuuiiiittoooo flexível para conseguir gerenciar essas situações.

Quanto a resistência, sabemos o que no mundo de hoje as pessoas são cobradas por resultados, cobranças que geralmente se agravam para os responsáveis por fazer com que as metas sejam cumpridas e que o trabalho seja entregue.

Como se diz no dia a dia, é na jugular do Líder que as pessoas voam quando querem cobrar algo.

Realmente só essas duas características já seriam interessantes para fazermos um parâmetro com a atividade de um líder, no entanto, estava eu conversando com uma pessoa que entende muito de plantas. Foi neste último fim de semana que ela me contou mais duas características do Bambu que eu não tinha notado e que para mim fizeram ainda mais sentido para a Vida De Líder.

Segundo me falaram, o Bambu só consegue ter toda a resistência já mencionada acima, por ele ter alguns anéis ou nós que se espalham por toda a sua extensão de forma muito homogênea. Se você observar um Bambu, fica muito visível que ele tem divisões em intervalos bem similares.

Estas divisões fazem com que a deformação do material do Bambu não ocorra, isso acontece porque ela distribui a tensão do material entre um ponto e outro. De imediato, imaginei que esses anéis para os líderes são os seus aprendizados, mais profundamente, são as cicatrizes que ele traz de sua experiência.

Essas cicatrizes vão fazer com que um Líder que seja experiente, não se deixe fragmentar por acontecimentos pequenos, nem tão pouco se deixe arrebentar por pressões naturais que acontecem no dia a dia.

Depois de explicar sobre esses anéis, a pessoa ainda deu uma última dica que para mim também fez todo sentido.

Segundo minha querida especialista, ela mencionou que o Bambu consegue crescer e atingir alturas consideráveis. O detalhe é que o Bambu consegue atingir um tamanho ainda maior se ele estiver junto com outros Bambus. Sensacional ou não?

Foi nessa hora que decidi que ia fazer este texto. Talvez existam bem poucas coisas mais fortes para um Líder do que a união de seu grupo.

Nisso segue a magia do Líder saber identificar as semelhanças entre os componentes da sua equipe, fazendo disso o alicerce para que a pessoas cresçam e por consequência que ele também possa atingir seus mais altos níveis de performance.

Não sou uma pessoa entendida em plantas, sou simplesmente uma pessoa que gosta de ouvir alguém que sabe muito sobre algo e quando faz sentido, adoro trazer esses aprendizados para a minha paixão de vida. Ajudar as pessoas a encontrar suas evoluções.

Acredito que se conseguirmos nos inspirar em alguns conceitos que estão presentes em nossas vidas das mais diversas formas, poderemos entender que não temos que ir contra a lógica das coisas.

Penso que a natureza é uma fonte inspiradora para nossas limitações ou crenças limitantes.

Existem ensinamentos dos mais diversos e por felicidade minha tive acesso a este nesse fim de semana. Conforme ia ouvindo, minha mente se intensificava em traçar esse paralelo já explorado por algum mas que nem todos falam sobre todos esses aspectos juntos.

Não quero pensar neste momento em quantos recursos esta planta tem para nos oferecer, devem ser milhares, o que eu quero é me preparar melhor para conseguir ter a capacidade de aplicar esses que eu tive acesso.

Aliás, como seria bom se tivéssemos também a paciência e o foco de trabalharmos nossas fraquezas e debilidades e irmos aos poucos ficando fortes e flexíveis nos mais diversos assuntos.

Você já pensou quanto tempo leva para que um bambu alcance um tamanho grande?

E você, quanto tempo acredita que precisa para se tornar um bambu?

Abraço,


Fonte: Artigos Administradores / Sua vez de ser bambu

Os comentários estão fechados.