Trabalhar é uma prova de amor

Trabalhar é uma prova de amor

Com valores invertidos a nossa sociedade não vê mais o trabalho como algo digno e essencial para o progresso e desenvolvimento humano

Se formos estudar as civilizações antigas, os costumes de diversos povos em muitas e muitas gerações veremos que o trabalho era algo que ditava o caráter e o valor de uma pessoa. Quanto mais trabalhadeira mais digna e valorizada a pessoa era. Culturas diversas antigas valorizavam o respeito aos mais velhos e ao trabalho. Valores que hoje estão invertidos.

Nas famílias vemos mulheres que se sentem culpadas por deixarem seus filhos para irem trabalhar e homens que sempre reclamam do trabalho. Os serviços domésticos são deixados de um para outro e as crianças não são educadas para gostarem de trabalhar e valorizarem o trabalho.

É um jeito errado de ver as coisas e o futuro trará consequências disso. As crianças deveriam ser educadas para terem orgulho de produzirem, de serem úteis, deveriam ter orgulho do trabalho dos pais e quererem cooperar. A cada produto adquirido deveria ser explicado para as crianças quantas horas de serviço foram necessárias para adquirir cada coisa.

Trabalhar é um ato de amor. Amor pelo nosso próximo, pelas pessoas que amamos e e que podemos prover e ajudar com o resultado de nosso trabalho, pela empresa em que ajudamos a progredir e assim poder gerar mais empregos, por nós mesmos que nos tornamos auto suficientes e provedores de nossas necessidades. Temos que ter orgulho e gratidão pelo nosso trabalho.

As crianças que são o futuro do país e das organizações deveriam ser educadas para valorizarem todo tipo de trabalho, os pais deveriam mostrar através de exemplos de respeito o valor de um varredor de rua, tratando o mesmo com respeito e consideração, de um pedreiro, de um porteiro, de um trabalhador doméstico, de um professor, de um médico, de um trabalhador rural que faz com que o alimento chegue a nossas mesas; enfim a criança deve valorizar todo profissional trabalhador e saber o amor que envolve cada tarefa e o que ela representa.

Se cada jovem sentisse orgulho de quem é e do que faz, se a educação fosse voltada para valorização do amor ao trabalho, do respeito ao próximo, não existiria nos jovens esse vazio, essa sensação de inutilidade e falta de amor próprio que leva as drogas.

Trabalhar é uma grande prova de amor. Não é o trabalho que estraga a qualidade dos relacionamentos pessoais e familiares. A internet, o celular, os valores errados passados pela televisão, a falta de diálogo, a falta de limites, de regras, de bons exemplos isso sim estraga a educação dos filhos. O trabalho nos deixa orgulhosos de poder produzir, de sermos úteis, de poder mostrar com atos e não só com palavras o nosso amor pelos nossos. 

Essa mídia que transforma inúteis em heróis e não valoriza e dignifica os verdadeiros heróis de nosso dia a dia, pessoas que produzem, que limpam, que alimentam, que ensinam, que salvam vidas, esses heróis trabalhadores não são seguidos, não tem fãs, não dão notícia. Não vamos deixar que essa mídia destrutiva nos deixem cegos e descrentes do futuro!

Vamos mudar essa cultura! Vamos valorizar e sermos gratos por podermos trabalhar e contribuir e vamos ensinar isso as crianças. A política mudará pois será o reflexo de um povo pensante, honesto e trabalhador e onde existe apenas o bem o mal não encontra lugar e nem eleitores!


Fonte: Artigos Administradores / Trabalhar é uma prova de amor

Os comentários estão fechados.