Treinar primeiro, para depois desenvolver!

Treinar primeiro, para depois desenvolver!

O treinamento é tão importante que deveria ser o segundo passo após uma seleção

Nunca na história, se falou tanto em desenvolvimento corporativo. Mas para tanto, necessita-se compreender que antes do desenvolvimento ocorre o treino, a preparação. Com o avanço praticamente diário da tecnologia, nos deparamos cada vez mais com informações, métodos e processos obsoletos, daí a necessidade do treinamento contínuo, de uma espécie de filtro para avaliar quais informações necessitam ser realmente absorvidas. Toda essa avalanche de informações também é vista nas organizações. Vivemos dias agitados, cuja capacidade individual pode ficar compremetida, se não estiverem detalhadamente traçados, os planos de treinamento e desenvolvimento. 

A entrega coletiva por sua vez, dar-se-á apenas, se o indivíduo estiver em condições de participar e agregar conhecimento ao grupo. De uma forma simples, pode-se definir que treinamento tem o foco no presente, já o desenvolvimento tem sua ação voltada não apenas para o futuro distante, mas sim, para o agora. O conhecimento é o maior trunfo que podemos adquirir! Para Chiavenato (1999) modernamente, o treinamento é considerado um meio de desenvolver competências nas pessoas para que elas se tornem mais produtivas, criativas e inovadoras, a fim de contribuir melhor para os objetivos organizacionais. 

Entenda-se que o treinamento é um processo de mudanças no comportamento do colaborador, já o desenvolvimento almeja o crescimento intelectual do indivíduo. No momento do recrutamento, buscam-se características que possam conotar em um candidato perfeito à vaga. Contudo, salienta-se que, por mais experiente que o candidato possa ser, o que poderá contribuir para seu sucesso em uma organização, será a forma como ocorrerá o treinamento e consequentemente os meios disponibilizados para o desenvolvimento das suas habilidades e competências. 

Sendo assim, o treinamento é tão importante, como segundo passo após uma seleção. E através deles, que indícios para um bom clima organizacional poderão sobressair-se. A tarefa de desenvolver-se está aquém da organização. Nem todos buscam desenvolvimento, isto é, uma continuidade para o que hoje fazem bem, amanhã poderem fazer melhor. Há uma necessidade gritante de treinamentos mais consolidados, que permitam um desenvolvimento mais sadio e sem margem para a lacuna do desenvolvimento.

 


Fonte: Artigos Administradores / Treinar primeiro, para depois desenvolver!

Os comentários estão fechados.