Tumulto no Guanabara: e a segurança dos clientes?

Tumulto no Guanabara: e a segurança dos clientes?

Os casos trágicos do feirão de ofertas dos supermercados Guanabara escondem, no fundo, certo descaso de empresas com a segurança do cliente

Na última sexta-feira (16), os supermercados Guanabara, na região metropolitana do Rio de Janeiro, abriram as portas para seu já tradicional feirão de ofertas de aniversário da rede. A fama das ofertas, entretanto, não se restringe aos fluminenses que esperam em filas quilométricas a abertura das lojas: todos os anos internautas esperam, ansiosos, pelos vídeos – tão tradicionais quanto a promoção – da loucura que toma conta das unidades do supermercado.

Os “roubos” de mercadorias dos carrinhos alheios, empurra-empurra desmedido e pressa dos clientes para conseguir a maior quantidade de produtos resultam, muitas vezes, em acidentes. Os vídeos das promoções de anos anteriores mostram, até mesmo, pessoas sendo pisoteadas. Há quem chame o aniversário do Guanabara de guerra e a comparação com a Esparta do filme “300” é invevitável.

Esses fatos revelam o despreparo de lojas, não apenas dos supermercados Guanabara, para lidar com a comoção generalizada causada por ofertas dessa natureza. 

Confira vídeos do Aniversário Guanabara 2015

Veja outros casos que, assim como o Aniversário Guanabara, levaram multidões em busca de ofertas:

Magazine Luiza

A “Liquidação Fantástica” das lojas Magazine Luiza sempre causa problemas nas imediações das lojas. Os clientes chegam muitas horas antes das portas das lojas abrirem para conquistarem as senhas distribuídas pela administração da loja. Devido a experiências críticas, a rede tem melhorado a gestão dessas promoções nos últimos anos e os tumultos têm caído.

Loja de eletrodomésticos em João Pessoa

O feirão de ofertas de uma loja de eletrodomésticos em João Pessoa acabou em tragédia há alguns anos. A loja abriu às 9 da manhã e atraiu mais de 5 mil pessoas. Portões foram derrubados e cerca de 50 clientes pararam no hospital, incluindo uma mulher de 67 anos. 


Fonte: Notícias Administradores / Tumulto no Guanabara: e a segurança dos clientes?

Os comentários estão fechados.