Utilize a ferramenta certa

Utilize a ferramenta certa

As ferramentas disponíveis podem ser inúmeras, mas se você não escolher a mais adequada e não utilizá-la corretamente, o resultado jamais será o esperado

Muitas pessoas têm em sua casa um martelo ou alicate para realizar eventuais consertos domésticos e há também aquelas que conservam uma caixa de ferramentas completa, incluindo todo tipo de aparato possível e certas coisas que, provavelmente, jamais utilizarão.

A grande verdade é que não adianta ter uma infinidade de opções de ferramentas à sua disposição se você não souber como fazer uso delas na hora que precisar. Por exemplo, já imaginou soltar um parafuso sextavado com uma chave de fenda? Mesmo com muito esforço o resultado não seria frutífero.

No mundo corporativo, alguns trabalhadores também se tornam verdadeiros colecionadores de ferramentas, sejam elas planilhas, modelos matemáticos, checklists, aplicativos, sistemas e tudo mais que aparece de novo.

E é aí que reside o problema. Tenho percebido que muitos profissionais, diante de situações rotineiras, ficam na dúvida sobre qual ferramenta utilizar, ainda que eles tenham boas alternativas à mão. E isso geralmente ocorre porque não escolheram seu arsenal adequadamente ou não sabem como manuseá-lo a seu favor.

Todos nós precisamos ter um kit básico de sobrevivência que nos auxilie a lidar com as situações corriqueiras, como se ele fosse a chave de fenda da sua caixa, que sempre vai lhe ajudar em reparos rápidos do dia a dia, corrigir pequenos desvios na programação e lidar com as urgências nas mais diversas questões. É o caso daquela planilha que controla o plano de ação da sua área ou dos aplicativos que facilitam a organização da rotina pessoal.

Por outro lado, se a sua empresa está passando por uma fase de crescimento acelerado, você precisará evoluir para um kit intermediário que possibilite tratar problemas de maior complexidade ou aproveitar as oportunidades que têm surgido. Ou seja, fazer uso de ferramentas como o Controle Estatístico dos Processos, o Seis Sigma ou contratar um ERP robusto.

Agora, se a empresa já alcançou um patamar superior de gestão e é comum que lidem com projetos de grande impacto, vale a pena contar, por exemplo, com softwares que simulem diferentes cenários antes que você tenha de tomar qualquer decisão final. Portanto, ter um kit avançado que possibilite ampliar a sua visão estratégica e a capacidade de operar as variáveis do negócio. Apenas lembre-se: este tipo de kit exige competências profissionais até mesmo para “ligar os instrumentos” e por isso não podem ser operadas por qualquer pessoa.

Antes de adquirir uma nova ferramenta só porque está na moda ou seus amigos estão encantados com ela, é recomendável avaliar as vantagens de adquiri-la e, principalmente, analisar se está preparado para utilizá-la corretamente. Caso contrário, por melhor que seja o recurso, o resultado jamais será o esperado.


Fonte: Artigos Administradores / Utilize a ferramenta certa

Os comentários estão fechados.