Veja a evolução do logo do Google e descubra o que você pode aprender sobre branding

Veja a evolução do logo do Google e descubra o que você pode aprender sobre branding

Buscar melhorias, tendências e modernizar sua estrutura, produtos, serviços e também a marca são traços de empresas que são sinônimos de sucesso

Para engajar cada vez mais os seus clientes, as empresas precisam inovar. E isso também vale para a gigantesca Google, que mudou seu logo recentemente, com o intuito de adaptar a marca aos novos tempos e moldá-la às novas tecnologias que não param de crescer.

Um dos segredos para que as empresas surpreendam sempre seus clientes é, sem dúvida, tentar evoluir sempre. Buscar melhorias, tendências e modernizar sua estrutura, produtos, serviços e também a marca são traços de empresas que são sinônimos de sucesso.

Confira a seguir como se deu o processo de evolução do logo da Google e entenda por que inovar é tão importante:

Afinal, por que mudar algo que já estava funcionando bem?

A maior ferramenta de busca de todos os tempos relatou que as pessoas estavam com dificuldades de visualizar sua marca por meio de dispositivos móveis, que, atualmente, representa mais da metade dos acessos à internet no Brasil. Para mudar isso, utilizaram na criação do novo logo quatro pontos em sua assinatura, nas cores azul, vermelho, amarelo e verde — incluindo a letra “G”, com várias cores.

Como não poderia ser diferente, as mudanças foram anunciadas de forma criativa, cativante e sem grandes alardes: fizeram um doodle, uma animação divertida no site de busca, que aumentou ainda mais a empatia dos internautas com essa poderosa marca.

O segredo por trás da mudança

Após 17 anos sem mudanças significativas no design da sua marca, a empresa apresentou seu novo logo mais limpo, sem serifa e com uma característica que, apesar de não vermos, é de extrema importância: o novo logo da Google consome menos dados. A marca atual tem apenas 350 bytes e a versão antiga cerca de 14 mil bytes na página de busca. Ou seja, a nova identidade reduz bastante o consumo de dados com o logotipo. Antes, a equipe de designers da empresa precisava oferecer uma alternativa baseada em texto para conexões de baixa velocidade. Hoje isso não é mais necessário.

Com isso, a Google torna-se ainda mais acessível e útil para usuários de todo mundo, já que sua página será carregada com mais velocidade em smartphones e tablets, mesmo que a conexão desses aparelhos seja mais lenta.

Mas qual é o grande negócio dessa mudança?

A mudança no logo da Google foi muito mais do que a simplificação e a modernização de seu design. Ela representa uma linguagem gráfica visual que liga os pontos de um produto ao outro. Considerando o logo antigo, que já não era mais notado, afinal, já tínhamos nos acostumados com ele — a atualização é um ajuste universal que usa transições animadas, de maneira transparente e única, como o próprio posicionamento da empresa.

O novo logo da Google funciona bem em ambientes dinâmicos, o que otimiza a experiência dos usuários que navegam pela internet, via smartphone. Por isso, reinventar a marca e fazer um bom planejamento de rebranding foi fundamental para que a mudança seja exatamente como foi: amigável, natural e divertida.

Cabe às empresas analisar as tendências do mercado em que atuam para propor sempre algo novo, que surpreenda seu público e que passe a imagem de um negócio que se preocupa com o futuro.

E você, o que achou da mudança do novo logo da Google? Deixe um comentário e compartilhe suas opiniões!


Fonte: Artigos Administradores / Veja a evolução do logo do Google e descubra o que você pode aprender sobre branding

Os comentários estão fechados.