Vida corporativa: 8 dicas de como se comportar nas redes sociais

Vida corporativa: 8 dicas de como se comportar nas redes sociais

Divulgar ou mencionar na Internet em qual empresa trabalha ou mesmo que você não exponha em sua bio, mas faça posts, compartilhamentos ou poste fotos que mencionem a companhia, você também se apresenta como porta voz e, por isso, é preciso cautela

Muitas empresas enfatizam que as companhias não são formadas por áreas e sim por pessoas. Esse tipo de pensamento, atrelado a atitudes que confirmam esse valor corporativo, permite que os colaboradores se sintam efetivamente parte do negócio.

Tamanha é a sinergia entre funcionário e companhia que ambas figuras e presenças digitais muitas vezes se fundem e confundem e é por isso tão importante elaborar e difundir para os empregados um guia completo de comportamento nas redes sociais. Afinal, saber se posicionar no mundo virtual é tão importante quanto saber se colocar no mundo real. Tudo que é publicado seja sobre a vida profissional ou particular, torna-se público.

Fato é que divulgando ou mencionando na Internet em qual empresa trabalha ou mesmo que isso não fique exposto em sua bio, mas que você faça posts, compartilhamentos ou poste fotos que mencionem a companhia, você também se apresenta como porta voz e, por isso, é preciso cautela. Confira 8 dicas de como se relacionar nas redes sociais:

Mantenha a marca sempre preservada

Como um dos representantes da marca, você também tem a responsabilidade de resguardá-la. Atente-se para não divulgar informações sigilosas (mesmo boas notícias podem ser confidenciais) ou expor algum colega de trabalho, a própria companhia e a si mesmo.

Pense duas vezes antes de desabafar

Relatar sua indignação com acontecimentos do dia a dia no trabalho nem pensar. E mesmo aqueles que se referem a sua vida pessoal podem vir a respingar em sua imagem e, indiretamente, na da empresa. (Já ouvi depoimentos, por exemplo, a respeito de uma pessoa responsável por um projeto social reclamar de um apagão de luz, sendo que a companhia de luz era a patrocinadora do projeto. Um episódio da vida pessoal que poderia ter causado sérias consequências na vida profissional como o cancelamento do patrocínio e demissão. Na ocasião isso não aconteceu, mas poderia ter ocorrido).

Respeite a concorrência

Escrever posts ou divulgar notícias que exponham a concorrência também não é um comportamento adequado. Se eles cometeram erros ou estão passando por uma situação difícil, é importante respeitar o momento.

Pesquise se você pode divulgar (e o que você pode)

As empresas contam com os seus colaboradores como disseminadores de suas informações. Atualmente é fundamental contar com os funcionários como multiplicadores. Entretanto, antes de postar qualquer notícia, recomenda-se que sejam checados o Manual de Redes Sociais, política de uso ou qualquer outra legislação que oriente a utilização correta das redes sociais. Na dúvida, só poste o que a empresa já divulgou em seus canais oficiais.

Não crie blogs ou grupos em nome da empresa

A menos que você seja da agência digital ou da área de comunicação da empresa e receba um pedido para elaborar um canal de comunicação oficial da companhia com seus públicos, não crie perfis ou algo do gênero. Primeiro porque demonstra falta de profissionalismo e, depois, porque o trabalho de produção de conteúdo exige planejamento, estratégias e conhecimento, é sério e deve ser executado por um especialista.

Atente-se para as fotos que você posta

Ao sair do ambiente de trabalho, procure retirar seu crachá e/ou uniforme para os momentos de happy hour ou afins. Vamos combinar que não pega bem estar em um bar expondo a marca da empresa, muito menos tirar e divulgar fotos com o copo na mão (ou não) junto com o nome ou logo, né?

Evite mentiras

Além de ser uma demonstração de falta de caráter a mentira nunca teve a perna tão curta como agora em tempos de redes sociais. Atualmente a maioria das pessoas está conectada, mesmo que você não tenha o seu chefe na sua rede de relacionamentos, certamente há amigos em comum. Já houve casos, por exemplo, de funcionário entregar atestado médico e, no dia do atestado, foi a um show, fez checkin e postou fotos. Além de ter mentido no trabalho, criou provas contra si e poderia ter sido demitido por justa causa.

Peça autorização para utilizar o logotipo ou logomarca

No mundo real ou no digital, atente-se para o fato de que a empresa possui uma equipe especializada em cuidar de sua imagem, seja uma agência ou área interna. Por isso, sempre peça autorização para utilizar o logotipo ou a logomarca, aprovação da aplicação e autorização para divulga-los (o recomendado é que este pedido se restrinja às ações profissionais).

Enfim, diante das regras de etiqueta e normas de comportamento não é preciso se sentir inibido em curtir a página e as postagens da empresa ou comentar e compartilhar o conteúdo divulgado. Contar com a colaboração dos funcionários para a disseminação das informações é importante e a área digital agradece. O que nunca deve ser esquecido ou deixado de lado é o bom senso!


Fonte: Artigos Administradores / Vida corporativa: 8 dicas de como se comportar nas redes sociais

Os comentários estão fechados.