Você não se torna acidentalmente maravilhoso

Você não se torna acidentalmente maravilhoso

Enquanto você não consegue gerenciar suas prioridades, você não conseguirá gerenciar o sucesso

Ser bem sucedido exige um bom gerenciamento de prioridades.

Há tempo o suficiente no dia, todos os dias, para cumprir com todas as necessidades. Você não tem muito o que fazer. Você não está sem tempo.

Você apenas não sabe o que importa.

Enquanto você não consegue gerenciar suas prioridades, você não conseguirá gerenciar o sucesso.

O que é a morte lenta e miserável do seu sonho.
Que vai esmagar o seu espírito e roubar o seu dinheiro.
Se você procurar estratégias que prometem o caminho rápido e fácil para o sucesso, quando sua prioridade real deveria ser encontrar coragem para fazer o que é difícil.

Você seguirá conselhos que são bons, mas não maravilhosos

Você ficará ocupado, mas não com um propósito. É muito fácil cair nas armadilhas consequentes da falta de prioridades. A não ser que você seja cuidados, você esquecerá constantemente de revisar e refinar como você gasta momento do seu dia.
O que você pensa sobre isso. Como você gasta seu dinheiro. Seus amigos com quem você passa tempo e os livros que você lê.

Observe como você passou o dia ontem

E na semana anterior. E os meses anteriores. As chances são de que você passou seu tempo ocupado. Você está cansado a noite dos esforços do dia, mas não por que você investiu em atividades únicas que catapultaram seu caminho em direção ao sucesso.

Isso precisa mudar.

Você precisa ser claro acerca das suas prioridades. Escolha algo. Mire alto. Construa um plano.

Mantenha a disciplina

Use ferramentas inteligentes para manter o seu cronograma e segurar sua contabilidade todos os dias.
Não há desculpas para girar em círculos. Não há bons motivos para perder o seu tempo, dinheiro e coragem para fazer coisas que importam.

Você não se torna maravilhoso acidentalmente. Você precisa trabalhar para isso.

 


Fonte: Artigos Administradores / Você não se torna acidentalmente maravilhoso

Os comentários estão fechados.