Vou me casar, mas como planejar a festa? Dicas básicas iniciais

Vou me casar, mas como planejar a festa? Dicas básicas iniciais

O tão esperado momento chegou! ou melhor, está prestes a chegar: “A festa de seu Casamento”

Sim, é um momento único e por este motivo requer uma especial atenção de sua parte, a fim de tornar possível a realização de um evento completo, porém, sem estourar o seu orçamento, e como conseguimos isso?  

“Com planejamento, organização e criatividade!”

Para quem agora está sentindo aquele frio na barriga em pensar que a festa tão esperada está aí, batendo a sua porta, este é o momento em que surgem diversas duvidas e inseguranças: por onde começar? como fazer? quem contratar? 

Reunimos algumas dicas básicas que lhe darão um rumo inicial nesta “árdua” tarefa, procurando não gastar mais do que deva, e ao mesmo tempo, sem perder em nada na beleza e requinte deste momento especial.

Pontuamos 6 passos bastante básicos que lhe direcionarão ao rumo do Sucesso!

Sugerimos que um bom planejamento deva iniciar com pelo menos de 12 a 18 meses de antecedência a data da festa.

01 – Previsão de gastos

A etapa que precede a festa é a mais importante, assim, comecem colocando no papel o que estariam dispostos a gastar e o que teriam condições de investir. Aqui consideraremos apenas a festa em si, porém os fundamentos do planejamento servirão para todas as etapas desta festividade.

Ao prever os seus gastos, você terá melhores condições de encaixar a sua festa ao seu orçamento, pois lembre-se de que, por mais que seja um momento especial, não vale a pena iniciar uma nova vida a dois sufocado por dívidas que irão tirar seu sono por muito e muito tempo. Mas fique tranquilo, com planejamento e orientação a sua festa será linda e caberá direitinho no seu bolso.

Procure elencar todos os itens que deseja e que são necessários a sua festa, e ao lado, inclua um valor aproximado de gastos, como: roupa dos noivos, nº de convidados, alimentação, bebidas, DJ, bolo, doces, decoração, convites, lembrancinhas, foto, filmagem, etc.

02 – Local da Festa

Faça uma lista de quantos convidados estão previstos, para daí partir para escolha do local. Chegando a um nº, avalie as opções de locais, verificando basicamente se o ambiente possui condições sanitárias adequadas, mesas e cadeiras suficientes, segurança externa para veículos e espaço para uma pista de dança, proporcional ao nº de convidados.  

03 – Decoração

Comece definindo a combinação de cores que deseja utilizar, nunca esquecendo de manter a personalidade e gostos do casal como um guia. Busque ideias criativas e originais, que passem um ar de novidade, sem necessariamente acarretar em gastos além do orçamento.

04 – Cardápio

A comida e a bebida são pontos importantes, procure um cardápio que combine com a temática da festa, procurando evitar pratos muito exóticos ou refinados ao extremo, pois muitos dos convidados poderão não ter esse paladar tão refinado, resultando em gastos exagerados com certos pratos e ainda assim gerando um efeito inverso, pois muitos talvez não apreciarão.

Inclua sempre dois ou três tipos de alimentos quentes que nitidamente sejam familiares ao paladar comum. Quanto aos doces, procure fazer uma pré-degustação com o fornecedor antes do evento, a fim de garantir a escolha dos melhores doces e salgados.

05 – Sonorização e DJ

Muitos não dão a devida importância a este quesito importantíssimo. Imagine o que seria de uma festa sem a música, ou com um som de baixa qualidade e repertório fora do contexto? Uma “tragédia”, pois a festa terminaria muito antes do previsto, e aquele evento planejado com tanto carinho, vai terminar em um piscar de olhos. Isso é algo que ninguém deseja.

Assim, procure referências da equipe que irá lhe atender, solicite imagens ou vídeos dos equipamentos que ele irá utilizar, fotos gerais de como ficará o layout da montagem de seus equipamentos no salão, evitando assim surpresas desagradáveis no dia do evento.

Dialogue com o DJ quanto ao repertório musical, este é um ponto que não deverá agradar somente ao casal, optando por um conjunto de músicas variadas, para gostos mais ecléticos.

06 – Lembrancinhas

Busque ser criativo, produzindo lembranças que de fato despertem alguma emoção aos convidados, ou que lhes seja útil, evite “bugigangas” que vão apenas encher gavetas, ou ainda, por muitas vezes vão acabar no lixo. Opte por algum doce especial, chinelos personalizados, etc.

Enumeramos de forma extremamente resumida alguns passos para lhe indicar um rumo, pois este é apenas um breve artigo.

Deixe nos comentários abaixo qual parte de desenvolvimento de sua festa que gostaria de mais dicas e sugestões. Iremos lhe ajudar a aumentar enormemente seus acertos e economia em relação a custos, sem perder em nada o brilho e encanto de sua festa!  


Fonte: Artigos Administradores / Vou me casar, mas como planejar a festa? Dicas básicas iniciais

Os comentários estão fechados.